Com voto do presidente, vereadores aprovam destinação de R$ 631 mil para central de triagem e aterro sanitário

Valor é oriundo da Secretaria Municipal Desenvolvimento Econômico Turismo


0
Sessão teve cinco projetos na ordem do dia (Foto: Caroline Silva)

A Câmara de Vereadores de Lajeado aprovou o repasse de R$ 631 mil para a Secretaria Municipal do Meio Ambiente na sessão ordinária desta terça-feira (27). O projeto de lei estava na ordem do dia com outras quatro matérias. A verba recebeu sete votos a favor e sete contra, sendo decidida com o voto minerva do presidente da Câmara, Lorival Silveira(PP). Foram contrários ao projeto os vereadores Carlos Ranzi (MDB), Eder Spohr (MDB), Sérgio Rambo (PT), Neca Dalmoro (MDB), Sérgio Kniphoff (PT) Marquinhos Schefer (MDB) e Paulo Tori (MDB).

Ranzi questionou a necessidade do valor do crédito suplementar, enquanto Waldir Gisch (PP) foi a favor e disse que se o executivo solicitou é porque se faz necessário. A verba será destinada para custear despesas com contratação de horas-máquina para a central de triagem do aterro sanitário, além de ser utilizada para suprir despesas com tratamento de chorume, que devido às últimas, cheias extrapolaram a previsão anual.

Os R$ 631 mil são oriundos da Secretaria Municipal Desenvolvimento Econômico Turismo e Agricultura. São R$ 110 mil do apoio ao trabalho e renda, R$ 60 mil da manutenção do Parque Histórico, R$ 420 mil, do apoio a promoções e eventos, e R$ 41 mil e do incentivo a empresas.

Os outros quatro projetos de lei também aprovados na sessão pelos vereadores abordavam denominações de rua. A Rua A localizada no loteamento Jardim do Cedro VIII, Bairro Jardim do Cedro, foi denominada de Manacá-da-Serra. A Rua E1, localizada no Loteamento Largo da Montanha, Bairro Montanha, foi nomeada de Elvira Helena Magdalena Dietrich. A Rua D1, também localizada no Loteamento Largo da Montanha, Bairro Montanha, foi denominada Rua Alfredo Dietrich. E a Rua C1, também no Loteamento Largo da Montanha, Bairro Montanha, foi nomeada de Rua Hilario Schulte.

Durante a sessão desta terça-feira, o vereador Sérgio Luiz Kniphoff (PT), fez menção ao ex-prefeito de Lajeado Darci Corbellini, que morreu na última sexta-feira (23). Ele disse que o ex-chefe do executivo municipal foi um dos melhores prefeitores e o melhor vereador de Lajeado. Na ocasião, os parlamentares e assessores se puseram de pé e fizeram um minuto de silêncio em frente ao retrato de Corbellini.

Vereadores e assessores prestaram homenagem ao ex-prefeito de Lajeado Darci Corbellini (Foto: Caroline Silva)

Transporte Público

O transporte públicou de Lajeado voltou a ser debatido em mais uma sessão pelos parlamentares. Nilson José Do Arte (PP) disse que em diversos bairros há redução de linhas e aumento do itinerário, o que faz as pessoas levarem mais tempo para chegar ao seu destino. Waldir Blau (MDB) também criticou o transporte coletivo e disse que a passagem é cara se considerar os horários das linhas. Nesse mesmo sentido, Schefer, pediu para a empresa de ônibus que opera no munícipio, seja mais ágil e eficiente, e que tome providências. Já Tori reclamou das paradas de ônibus que, conforme ele, devem ser retiradas e colocadas no seu devido lugar.

Liberdade Econômica

Outro tema que voltou a ser descutido por alguns vereadores foi o modelo de liberdade econômica pretendido para Lajeado. Se trata de um projeto que não obriga o trabalho dos comerciários aos domingos, mas prevê liberdade para abrir, se houver interesse. Rambo foi contra e sugeriu o envio de um ofício para o Fórum das Entidades para que a sociedade decida se aceita ou não este modelo. Em contrapartida, Ildo Paulo Salvi, mais uma vez, se mostrou a favor e argumentou que os empresários podem decidir se abrem o comércio aos domingos ou não.

Trânsito

O parlamentar Ernani Teixeira da Silva (PP) disse que encaminhou ao departamento de trânsito o pedido de um quebra-mola na Avenida Senador Alberto Pasqualini, no Bairro Universtário, próximo a Univates, devido a velocidade que os veículos passam no local. Spohr comentou que os moradores sabem melhor onde é necessário uma lombada do que o próprio departamento de trânsito.

Salvi sugeriu uma vaga de estacionamento de 15 minutos para qualquer pessoa em frente ao prédio da prefeitura, tendo em vista os atendimentos que podem serem rápidos.

Rambo comentou sobre a situação dos topiqueiros que tiveram que parar com suas atividades junto com as escolas. O parlamentar solicitou um projeto para a Câmara autorizando a vistoria das Topics – que estão inscritas na rede municipal – por mais dois anos, como forma de auxiliar esses trabalhadores.

Educação

Ranzi pediu informações à prefeitura sobre a educação municipal na pandemia. Ele questionou o evento de lançamento do ano letivo no começo de 2020 em Lajeado e pediu se os notebooks mencionados na ocasião, foram repassados aos professores nesse momento de aulas remotas.

Fabiano Bergmann, o Medonho, (PP) questionou a demora das obras da Unidade Escolar Pró Infância, no Bairro Bom Pastor, inciadas em 2018. Ele diz que não é preciso esperar o recurso federal para dar segmento na construção, e que deve haver sequência por parte da empresa.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui