Comandante dos bombeiros de Taquari é encontrado morto em Sapiranga

Glaiton da Silva Contreira (52) foi morto com um corte na altura do pescoço.


0
Foto: Divulgação

A frente do comando do Corpo de Bombeiros de Taquari há poco mais de um ano, o 1º tenente Glaiton da Silva Contreira (52) foi encontrado morto no início da noite desta segunda-feira (26), em Sapiranga, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ele também comandava os bombeiros de Montenegro.

O corpo da vítima foi localizado por populares na Estrada Travessão Campo Bom. Contreira foi morto com um corte na altura do pescoço. A Brigada Militar não encontrou nenhum objeto pessoal junto ao corpo e percebeu que os bolsos da bermuda do homem estavam revirados. A Polícia acredita que o autor tentou simular um latrocínio.

O enteado do bombeiro, de 25 anos de idade, foi preso no momento em que prestava depoimento. Conforme o delegado Fernando Pires Branco, o suspeito, que confessou informalmente o crime, era estagiário na área de enfermagem no Hospital de Sapiranga e teria utilizado o éter e instrumentos da própria casa de saúde, que seriam descartados, coletados por duas semanas seguidas. Após o crime, o acusado teria descartado os materiais em um rio.

O 1º tenente desapareceu, no domingo (25), ao sair para fazer uma caminhada em Sapiranga, onde residia. Ainda de acordo com a investigação policial, a motivação do crime seria a disputa por patrimônio.

O corpo de Contreira foi sepultado no final da tarde desta terça-feira (27), em Rio Grande, sua cidade natal. MS/O Diário

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui