Começa a pintura da estátua do Cristo Protetor

Cor foi desenvolvida com exclusividade e foi batizada com o nome do monumento


0

A pintura da maior estátua de Cristo do mundo, no Morro das Antenas, em Encantado, está em andamento. Quem visita o monumento já consegue visualizar a cor final em um dos braços.

A pintura é uma parceria com a Tintas Coral, que doou as tintas. Para a ocasião, a empresa desenvolveu uma tonalidade especialmente para o Cristo. A cor foi batizada de “Cristo Protetor” e será comercializada normalmente pela marca.

A cor foi definida pela equipe de arquitetos da Associação de Arquitetos do Vale (Aseavale), que está à frente do projeto do entorno e interior da estátua. “O tom escolhido resulta da mistura da areia e do cimento, representando a união da natureza com a inovação”, esclarece a Arquiteta Daniela de Conto, coordenadora da equipe.

A doação das tintas faz parte do projeto social “Tudo de Cor Para Você”, da Tintas Coral, que busca transformar espaços através da cor. A marca já realizou ações semelhantes em diversas partes do país.

Conforme o supervisor responsável, Artur de Souza, a equipe começou o processo pela aplicação de um fundo especial que prepara a estrutura para receber a primeira camada de tinta. “São quatro camadas, duas com o fundo especial e outras duas de tinta com a coloração final”, explica Artur.

A tonalidade possui a tecnologia “Sol e Chuva” da Tintas Coral, indicada para este tipo de obra por sua característica impermeabilizante e emborrachada. Conforme o Engenheiro, a durabilidade é um ponto importante, mas que também dependerá das condições climáticas. Serão usadas aproximadamente 40 latas para concluir a pintura da estátua.

Conforme a pintura avança, a equipe de construção remove a estrutura de andaimes que cobre o monumento. Assim, quem visita o Cristo Protetor poderá acompanhar a evolução dos trabalhos e visualizar a estátua já pintada a cada nova etapa.

Com um dos braços já finalizado, o próximo passo é concluir o outro braço. Em seguida, a cabeça e o restante do corpo ganham cor. Artur de Souza explica que nesta fase os trabalhos acontecem de forma simultânea. “Enquanto uma das equipes pinta, outro grupo dá continuidade à criação do manto, através da construção e produção do cimento”. AI/VM


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui