Comidas típicas de São João

A festa junina tem origem pagã. Ela foi trazida ao Brasil pelos portugueses, e logo os costumes indígenas e afro-brasileiros foram incorporados ao festival. Conheça os detalhes e aprenda uma receita especial de quentão com especiarias


0
Foto: Ilustrativa

No Brasil, as festas de junho ou juninas são um festival essencialmente católico, cujo principal objetivo é celebrar três grandes santos populares:

  • Santo Antônio, o casamenteiro (13 de junho);
  • São João Batista, protetor dos casados e enfermos (24 de junho);
  • São Pedro, guardião das portas do céu, protetor das viúvas e dos pescadores (29 de junho).

A festa junina, no entanto, tem origem pagã. Ela foi trazida ao Brasil pelos portugueses, e logo os costumes indígenas e afro-brasileiros foram incorporados ao festival. A festa, então, foi se tornando uma celebração multicultural. Se, na Europa, as fogueiras juninas de São João marcavam rituais que celebravam o solstício ou a chegada do verão, no Nordeste do Brasil, se agradecia às chuvas enviadas por São Pedro em regiões áridas para as lavouras.


ouça as curiosidades de são joão

 


De toda forma, em ambos os casos, é comemorada em junho a época de ótimo período de colheita e fartura. Hoje, as maiores festas juninas brasileiras se concentram no Nordeste, com destaque para Caruaru (PE) e Campina Grande (PB).

Entre os elementos dessa festa tão variada de Norte ao Sul do país estão:

  • Quadrilha, com as danças típicas em trajes caipiras
  • Música tradicional, como sertanejos e forrós, com bastante cavaquinho, sanfona, triângulo e reco-reco
  • Danças típicas, como o xote, o xaxado e o baião
  • Fogueira
  • Casamento caipira
  • Fogos de artifício
  • Brincadeiras com brindes, como pescaria, estalinhos, arremesso de argolas e prisão
Medico e gourmet Marcos Frank fala sobre culinária nas sextas-feira no quadro “Direto Ao Ponto” (Foto: Divulgação)

E as comidas, claro!

Os pratos de festa junina talvez sejam a principal atração do evento, atraindo milhares de pessoas em busca do gostinho do interior: aquela comidinha simples, mas muito saborosa. O milho, é a base para grande parte dos quitutes juninos, mas Obviamente esses pratos variam de região para região do Brasil.

No Sul se destaca o pinhão, a pipoca, o cachorro quente, pastéis e o quentão que diferentemente do nordeste, é feito com vinho e não com cachaça.

Dessa vez fugiremos da culinária e deixaremos uma receita de quentão, afinal todo prato merece uma bebida a altura.

Receita de quentão com especiarias (seis pessoas)

Ingredientes

  • 4 garrafas de vinho tinto seco ou suave (750 ml)
  • 1½ litros de água
  • 2 xícaras de açúcar (320 gramas)
  • 4 rodelas de gengibre fresco
  • 1 colher de sopa de cravo ou anis estrelado
  • 4 paus de canela
  • 1 laranja ou limão em rodelas

Modo de preparo

Coloque todo açúcar numa panela e caramelize, depois acrescente o vinho e a água numa panela grande, mexa para misturar e leve ao fogo médio-baixo.

Dica: use açúcar mascavo para conseguir um gostinho caramelado nesta bebida. Se você preferir usar vinho suave, reduza a quantidade de açúcar para 1 xícara.

Acrescente os restantes ingredientes que serão imprescindíveis para conseguir mais sabor no seu vinho quente para festa junina: o gengibre, o cravo ou anis, a canela e a laranja ou limão em rodelas. Deixe ferver por 10 minutos, para apurar os sabores.

Depois de ferver pelo tempo indicado, desligue o fogo e deixe esfriar um pouco antes de servir seu quentão de vinho para festa junina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui