Comissão de Justiça e Redação considera projeto do Censo Animal ilegal

Com isso, Ana Rita Azambuja, a Ana da Apama (MDB) decidiu retirar a proposta da Câmara de Vereadores


0
Ana da Apama decidiu retirar da câmara o projeto do Censo Animal (Foto: Caroline Silva)

Na sessão da Câmara de Vereadores de Lajeado desta terça-feira (19) a vereadora Ana Rita Azambuja, a Ana da Apama (MDB), decidiu retirar da casa o projeto do Censo Animal, que previa ocorrer a cada dois anos no município, contendo questionário com informações sobre cada animal e seus tutores. A decisão veio após a Comissão de Justiça e Redação da câmara considerar o projeto ilegal e que deva partir do executivo.


ouça a reportagem


Ana aproveitou para justificar a retirada e falar sobre a necessidade de leis e fiscalização. “É um dever de todos nós e do poder público. Cada vez mais se faz necessária estas leis. A maldade com os animais é um reflexo da violência contra os humanos. Gostaria de solicitar ao presidente a retirada do projeto do Censo Animal e dizer que estamos encaminhando o anteprojeto ao executivo e desejamos que ele volte a essa casa”, disse.

Saúde

Jones Barbosa da Silva, o Vavá (MDB), usou seu espaço na tribuna para falar sobre a demora nas consultas realizadas pelo município, trazendo o caso de um morador do Bairro Jardim do Cedro que está em estado vegetativo após um acidente de trânsito. “Trago um caso de um cidadão de Lajeado, referente a um atendimento que ele busca. Ele se encontra em uma cama, e o que me chama atenção é que ele fez a solicitação por uma consulta com um neurologista em agosto de 2020 e só será atendido no dia 18 de janeiro de 2022”, contou.

Jones Barbosa da Silva, o Vavá (MDB) enviou requerimento para a Secretaria Municipal da Saúde sobre demora de consultas (Foto: Caroline Silva)

Educação

Já a vereadora Paula Thomas (PSDB), abordou o tema da educação e comentou sobre o envio de um ofício ao executivo feito por toda a bancada do PP, PSDB E PSB. “O município tem defendido a retomada 100% das aulas presenciais e acredito que será o melhor. Enquanto bancada a gente trouxe uma sugestão ao executivo que doe as escolas estaduais os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para que elas não tenham a dificuldade para o começo das aulas. O município teria condições, e evitaria que essas escolas atrasem o seu retorno”, sugeriu.

Paula Thomas (PSDB) sugeriu ao executivo a doação de EPIs as escolas estaduais (Foto: Caroline Silva)

Obras

O vereador Mozart Pereira Lopes (PP), aproveitou seu tempo de fala para anunciar duas grandes obras em Lajeado, denominando de ‘mega obra’. “Hoje pela manhã tivemos uma reunião com o executivo bastante positiva. Além da vacina e do retorno das aulas, teremos duas grandes obras. A primeira na BR-386, em que a pista do meio será duplicada e terá duas marginais até Forquetinha. E a outra será o túnel da BRF e as marginais até a nova ponte do Montanha”, disse. Conforme Mozart, o túnel da BRF custará R$ 15 milhões, sendo uma parceria entre empresa e prefeitura.

Mozart Pereira Lopes (PP) disse que Lajeado receberá duas grandes obras (Foto: Caroline Silva)

Projetos

Na sessão desta terça-feira, os vereadores aprovaram o projeto de lei de autoria do vereador Lorival Silveira (PP), que denomina de Rua Olinda Reitter as Ruas “B9”, “C”, e “D”, localizadas no Bairro Floresta. Foi acatado por todos os parlamentares o veto do projeto de autoria da vereadora da antiga legislatura Neca Dalmoro (MDB) que estipulava obrigatoriedade de vagas destinadas para profissionais de entrega (motoboys) em serviço.

Texto: Caroline Silva

jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui