“Acredito que será possível”, diz Marcelo Caumo sobre solicitação ao MEC de mais vagas para o curso de Medicina da Univates 

Comitiva de Lajeado esteve reunida com o ministro da Educação, Milton Ribeiro, em Brasília, nesta quarta-feira (6)


0
Registro de encontro no gabinete do ministro da Educação (Foto: Divulgação)

Uma comitiva de Lajeado esteve reunida com o ministro da Educação, Milton Ribeiro, em Brasília, nesta quarta-feira (6), com o objetivo de agilizar o processo de solicitação de mais vagas para o curso de Medicina da Universidade do Vale do Taquari (Univates). Em entrevista ao programa Panorama, o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, integrante da comitiva, informa que este processo já vem tramitando há alguns anos, e a Univates tem interesse de disponibilizar estas vagas já no próximo vestibular.


ouça a entrevista 


 

“A nível de autorização, é um processo mais complexo, porque ele depende tanto do Ministério da Saúde quanto do Ministério da Educação. Os cursos de medicina e as vagas nas faculdade tem esta conotação dupla. A Saúde verifica a disponibilidade de leitos na região da Universidade, que deve ser proporcional ao número de alunos. Depois depende-se da autorização do MEC”, explica o chefe do Executivo lajeadense.

Segundo Caumo, um dos principais argumentos apresentados para o ministro foi a caracterização das instituições da região de Lajeado, como a Univates e o HBB, como comunitárias. “Elas tem no seu objeto a obrigação de estar investindo na comunidade.”

“Acredito que será possível”, pontua o prefeito sobre a autorização. Agora, o aval depende de informações complementares da Saúde, principalmente, de leitos SUS da região. “O pleito de vagas no Brasil, principalmente em universidades particulares, tem muitos interesses envolvidos, mas no nosso caso o retorno à comunidade é notório.”

Conforme Caumo, o senador Luís Carlos Heinze, participante do encontro no gabinete do ministro da Educação, se comprometeu a contatar o Ministério da Saúde para agilizar a demanda pelos dados do processo das casas de saúde do Vale para o Ministério da Educação. O ministro, por sua vez, se mostrou disposto a deferir o pedido.

Também estiveram presentes na reunião: a reitora da Univates, professora Evania Schneider; a vice-reitora e pró-reitora de Ensino, professora Fernanda Storck Pinheiro; e o vereador de Lajeado Alex Schmitt.

Texto: Rodrigo Gallas
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui