Compartilhamento de notícias falsas dificulta trabalho da Brigada Militar durante a enchente

Segundo o chefe do 22º BPM, há casos em que a corporação se desloca para resolver situações inexistentes


0
Foto: Brigada Militar / Divulgação

Em meio à tragédia vivida no Vale do Taquari e em boa parte do estado, a disseminação de notícias falsas tem atrapalhado a atuação de algumas entidades, inclusive da Brigada Militar. A troca de informações sem veracidade, principalmente através do WhatsApp, leva os profissionais a ocorrências inexistentes

“Nesse meio tempo muitas fake news, muitas situações que não condizem com a realidade têm aportado, fazendo com que a Brigada Militar desfoque seu trabalho importante para a segurança pública”, relata o capitão Bilhar, chefe da Brigada Militar de Lajeado.

A corporação solicita que a comunidade se atente às informações recebidas, fazendo uma verificação das notícias antes de replicá-las.

Segundo o capitão, em Lajeado não há registros de roubos e saques por criminosos que se aproveitaram das condições postas pela enchente. “Estamos trabalhando 24h, muito atentos a essas questões de segurança pública em Lajeado, obviamente não deixando de fazer ou de cuidar de todas as questões que essa que foi a maior tragédia climática do RS trouxe pra todos nós”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui