Comunidade pode fazer sugestões ao orçamento de Lajeado para o próximo ano

Desta vez, em vez de as sugestões serem recebidas diretamente por e-mail, o cidadão que deseja contribuir poderá preencher um formulário online.


0
Secretário da Fazenda de Lajeado, Guilherme Cé (Foto: Júlio César Lenhard)

Repetindo a ação adotada nos anos de 2018 e 2019 e visando incentivar a participação popular e dando prosseguimento à elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021, a Prefeitura de Lajeado oferece novamente aos cidadãos lajeadenses a oportunidade de participem do processo de construção da lei enviando sugestões para o orçamento do próximo ano.

A Lei Orçamentária Anual (LOA) é elaborada pelo Poder Executivo e estabelece as despesas e as receitas previstas para o ano seguinte, devendo passar depois por aprovação do Poder Legislativo.

O secretário da Fazenda de Lajeado, Guilherme Cé, fala da importância da participação popular. “É a última peça do orçamento do próximo ano, e ela vai definir tanto as receitas quanto as despesas, onde o município vai investir ano que vem. Então, decidimos abrir para que a comunidade acompanhe mais de perto essa destinação”, explica.


ouça a entrevista

 


Cé atenta para uma modificação em relação aos anos anteriores. “Em 2018 e 2019, as pessoas podiam simplesmente mandar por e-mail as sugestões. Porém, este ano, resolvemos criar um formulário para que as pessoas possam através de um link disponível no site da Prefeitura de Lajeado colocar as suas sugestões pois entendemos que vai ser de forma mais organizada.”

Posteriormente, as sugestões serão avaliadas com relação à legalidade, possibilidade e viabilidade de inclusão no orçamento. “Não há uma pré-definição do que pode ser sugerido pela comunidade. Há obviamente uma definição de investimentos em uma parte, mas a população tem a liberdade de sugerir qualquer tema e eles serão avaliados”, afirma Cé. O prazo para o envio das sugestões termina no dia 16 de outubro.

Mais informações podem ser buscadas no site www.lajeado.rs.gov.br. Dúvidas podem ser sanadas também pelo telefone (51) 3982-1035, na secretaria da Fazenda. O link do formulário para enviar as sugestões é http://twixar.me/fg4m.

Texto: Júlio César Lenhard
redacao@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui