Conduta de juiz e assessora durante um processo judicial de divórcio serão analisados em SC

Juiz de Joinville deixou processo e assessora pediu exoneração


0
Tribunal de Justiça de Santa Catarina (Foto: Divulgação)

A Corregedoria Geral de Justiça de Santa Catarina vai analisar a conduta de um juiz e de sua assessora durante um processo judicial de divórcio da 1ª Vara da Família em Joinville, no Norte catarinense. Uma troca de mensagem entre eles foi publicada em uma sentença disponibilizada na internet. Para o advogado que percebeu a publicação irregular e que defende a mulher envolvida do processo, houve desrespeito e deboche.

Em nota, assessoria do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) informou que o juiz pediu para deixar o caso, que será encaminhado a um substituto, e a assessora dele pediu exoneração do cargo.

Nas mensagens, o juiz faz comentários sobre a mulher que realizava um pedido por danos morais e materiais alegando ter sofrido durante o antigo relacionamento.

“É a vida. Não foi espancada. Não foi estuprada. Não foi morta. Não foi esfaqueada? Então foi um casamento normal”, disse o juiz em um dos trechos da conversa publicada na sentença.

A Corregedoria Geral de Justiça de Santa Catarina instaurou um procedimento que vai apurar os fatos em relação ao magistrado e à servidora. A presidência do TJSC pretende instaurar procedimento disciplinar em relação a servidora envolvida. Ainda de acordo com o TJSC, providências já foram tomadas para evitar que situações como esta ocorram novamente.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui