Condutores que precisam renovar a CNH devem buscar os CFC’s até esta quinta-feira

Mais de 95,5 mil condutores podem ter a sua licença para dirigir expirada no RS


0
Quem encaminhar a regularização já será adequado ao novo Código de Trânsito Brasileiro (Foto: Artur Dullius)

Cerca de 18 mil motoristas de todo o território gaúcho tem até esta sexta-feira (31) para regularizarem a situação da sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Isso porque termina no último dia do ano o prazo para a utilização dos documentos vencidos durante o mês de dezembro de 2020. Somando-se todas as habilitações vencidas só no ano de 2020 no Rio Grande do Sul, mais de 95,5 mil condutores podem ter a sua licença para dirigir expirada.


ouça a reportagem 


 

De acordo com Victor Machry, proprietário do CFC Victória, a realidade da região, no entanto, é outra e pouca mudança foi percebida em relação a movimentação normal durante os últimos dias. “A gente percebeu que a procura por renovação de carteiras vencidas deu uma pequena acentua, cerca de 5%. Isso significa que a população aqui de Lajeado é mais organizada e não gosta de papel vencido. Teve um ligeiro aumento mas, dentro da normalidade, esta sendo possível atender a todos”, afirma.

Conforme Machry, a sexta-feira (31) marca o último dia possível para estes condutores realizarem o exame. Mas é necessário que eles iniciem o encaminhamento deste processo até esta quinta-feira (30), pois as agências bancárias não estarão abertas no último dia do ano, impossibilitando o pagamento da taxa.

“Amanhã, até às 19h30 a gente ainda pode receber o pagamento da GAD-E para fazer o exame na sexta. Então não pode deixar tudo para o dia 31, pois não terá expediente bancário e, consequentemente, o documento ficará vencido até o dia 3 de janeiro. Você pode ser autuado na volta da praia com a CNH vencida”, alerta.

Victor Machry, proprietário do CFC Victória (Foto: Artur Dullius)

Em caso de autuação por estar com a carteira vencida, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê multa de R$ 293,47. A infração é considerada gravíssima e pode render sete pontos na CNH, além do recolhimento da carteira e retenção do veículo até a apresentação de condutor habilitado.

Quem encaminhar a regularização já será adequado ao novo Código de Trânsito Brasileiro. Com isso, os condutores com menos de 50 anos têm a CNH renovada com validade de até 10 anos. O novo modelo também estipula validade de cinco anos para para usuários com idades entre 50 e 65 anos e três anos para motoristas com mais de 65 anos.

“O condutor precisa vir até amanhã abrir o processo, fazer o preenchimento dos dados, a fotografia digital, o reconhecimento e o pagamento da guia. Depois disso, realiza o exame e na virada da noite já encontra no site o lançamento da renovação. A partir de então já é possível baixar a carteira digital. A física leva cerca de quatro dias úteis no mínimo”, conclui o proprietário do CFC.

Texto: Artur Dullius
reporter@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui