Conheça a história de Rogério Dullius, o “Tio do Cedelinho”

Motorista tem a responsabilidade de conduzir um dos veículos mais conhecidos de Lajeado


0
Há 23 anos seu Rogério Dullius tem a responsabilidade de conduzir o Cedelinho (Foto: Artur Dullius)

Há 23 anos seu Rogério Dullius tem a responsabilidade de conduzir um dos veículos mais conhecidos nas ruas de Lajeado. Desde 1992, o tradicional Cedelinho faz parte da infância de inúmeras crianças na região, especialmente no período natalino. A ligação do motorista com o veículo é tamanha que pouco sabem o real nome de Rogério. Para muitos ele é o “Tio do Cedelinho”.


OUÇA A REPORTAGEM 


A indicação de Dullius para ocupar o cargo surgiu do ex-condutor e teve o aval do então presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). “Fui indicado pelo seu Brancher. Ele deu uma volta comigo no Parque do Imigrante e depois disse que, a partir de então, o caminhão seria comigo. Eu achei que era uma temporada ou algo assim, mas a gente foi levando e está assim até hoje”, lembra.

 

Se engana quem pensa que ele exerce a função apenas na época de Natal. O Cedelinho ocupa a vida de Dullius durante todo o ano. “Já fiz muitos aniversários, terceira idade, levei turistas, dois ou três casamentos. Tem gente que vem de fora, até mesmo de Ijuí com a família para andar de Cedelinho. Eu to sempre em lida com o caminhão, mas tenho outros hobby também com música. Sou tecladista e tenho uma pequena banda”, afirma.

No entanto, é justamente no período de Natal que a rotina de seu Rogério fica mais corrida. Ele chega a fazer seis viagens durante o dia, além dos inúmeros passeios que saem do Parque dos Dicks durante a noite. “Começo por volta das 7h30. Faço aproximadamente dois passeios pela manhã, mais dois ou três durante a tarde e, na parte da noite, ainda carrego o público no parque”, relata.

Apesar do tamanho do veículo e da dificuldade de circular por ruas estreitas na área central do município, o condutor garante nunca ter se envolvido em um acidente de trânsito. “Nesses 23 anos nunca arranhei um carro. Nunca me envolvi em um acidente. Sempre ocorreu tudo dentro do normal”, pontua.

Emocionado ao lembrar de sua história com o Cedelinho, Dullius declarou que ainda não tem planos de parar e pretende seguir por muito tempo na função. “É um veículo que já transportei milhares de crianças. Acho que todas pessoas aqui do município que possuem até 35 anos já andaram comigo em algum momento”, conclui.

Passeios com o Cedelinho

O Cedelinho seguirá circulando pela cidade até o dia 30 de dezembro. As saídas noturnas ocorrem diariamente a partir das 19h no Parque dos Dick, próximo à Aldeia do Papai Noel, com exceção dos dias 24, 25 e 27. O ingresso é comercializado no local do embarque ao custo de R$ 8,00, sendo que crianças até 4 anos não pagam. O Cedelinho tem o patrocínio de Benoit e Grupo Independente.

Veja o vídeo 

Texto: Artur Dullius
reporter@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui