Conheça os novos acadêmicos na Alivat que tomaram posse no fim de semana

Solenidade de posse de novos acadêmicos na Academia Literária do Vale do Taquari (Alivat) lotou o Teatro do Sesc


0
Foto: Divulgação

A solenidade de posse de novos acadêmicos na Academia Literária do Vale do Taquari (Alivat) lotou o Teatro do Sesc neste fim de semana. A presença destaque foi o presidente da Academia Rio-grandense de Letras (ARL), Rafael Jacobsen. Dos seis escritores que tomariam posse, Silvio de Farias não pode se fazer presente por estar em isolamento por conta do Covid, que impediu o seu comparecimento. Ele tomará posse no Colóquio Literário da Alivat programado para o dia 4 de agosto.

Os cinco escritores que assumiram Cadeira na Alivat foram: Jorge Luiz da Cunha, de Lajeado, assumiu a Cadeira número 2; Jandiro Adriano Koch, de Estrela foi empossado na Cadeira 19; Waldemar Richter, de Forquetinha, é o novo titular da Cadeira 10; João Tassinary, de Lajeado, tomou posse na Cadeira 11 e Celson Weirich, de Teutônia, ficou com a Cadeira de número 13.

Para o presidente da Alivat, Deolí Gräff, foi um evento memorável em que a Academia Literária mostrou a razão da sua existência, que é a de preservar e enriquecer a literatura do Vale do Taquari. A noite foi marcada pela emoção e na vibração dos novos Acadêmicos, seus familiares e amigos. “Orgulhem-se por ingressar em nossa Academia e sejam bem-vindos”, afirmou Gräff. “Queremos que participem ativamente das nossas atividades literárias”, completou ele.

O presidente da ARL destacou a razão da existência das Academias Literárias. “Seja por qual motivo for, será para a preservação da literatura e das riquezas da história da nossa língua”.

A vice-presidente da Câmara de Vereadores, Paula Thomas, considera da Academia Literária, a guardiã da literatura. Ela destacou a sua contribuição para o enriquecimento cultural.

Para a vice-prefeita de Lajeado, Glaucia Schumacher, a Academia Literária tem papel fundamental na preservação dos valores culturais. “São os escritores que mantém a história escrita, registrada para as próximas gerações”. Ela elogiou a atuação da Alivat e a sua participação nos eventos literários e culturais.

Os novos Acadêmicos

Silvio Roberto de Farias – Cadeira 29 – Nasceu em Lajeado no dia 10 de janeiro de 1960 – Escritor e artista plástico. Tem um livro publicado. Trabalhou como chapeador de veículos até os 38 anos. Atualmente, além da atuação no ateliê de pintura na Rua Bento Gonçalves, no centro de Lajeado, ministra aulas de artes plásticas.

Jorge Luiz da Cunha – Cadeira 2 – pesquisador e escritor.  Nasceu em Roca Sales no dia 11 de julho de 1959 e atualmente reside em Lajeado. É pesquisador, escritor e Doutor em História pela Universidade de Hamburgo/Alemanha. Professor titular de UFSM/RS. Tem 7 livros publicados. Vencedor do Prêmio Açorianos de literatura em 2004. Coordena a comissão estadual de escritores que está escrevendo o livro dos 200 anos da imigração europeia, comemorados em 2024.

Jandiro Adriano Koch – Cadeira 19 – Nasceu em Estrela. Formado em História pela Universidade Univates. Como escritor tem seis livros publicados. Com o último livro, “O crush de Álvares de Azevedo”, conquistou o Prêmio Açorianos de Literatura e o título de Livro do Ano. Trabalha como servidor público do INSS, lotado na unidade de Lajeado.

João Tassinary – Cadeira 11 – Reside em Lajeado. Possui doutorado em Medicina e Ciências da Saúde pela PUC/RS com período de estudos na Universidade de Barcelona/Espanha. Como escritor, publicou seis livros. Tem clínica estética e ministra cursos nesta área, na rua Fialho de Vargas, centro de Lajeado. É professor na Univates.

Celson Weirich – Cadeira 13 – Nasceu em Imigrante no dia 30 de dezembro de 1956, residindo atualmente em Teutônia, onde tem intensa atuação comunitária. Publicou um livro de literatura infantil. Tem mais uma obra em fase final de edição. É produtor de vinho artesanal.

Waldemar Richter – Cadeira 10 – Nasceu em Forquetinha no dia 27 de maio de 1948. Graduado em história e atuou como professor. Foi vereador e Secretário Municipal de Cultura em Lajeado. Prefeito em Forquetinha. É o idealizador do Parque Histórico de Lajeado. Têm 6 livros publicados, todos na área da pesquisa histórica e de genealogia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui