Conheça uma nova opção de turismo em Estrela: a Trilha do Fritz

Trajeto com 300 metros de extensão inaugurado domingo (17) permite caminhar e contemplar o sol na orla do Rio Taquari


1
Trajeto permite caminhar tendo o Rio Taquari como cenário (Foto: Alício de Assunção)

Tendo como testemunhas o sol, que apareceu timidamente no final da tarde do domingo (17), o Rio Taquari e cerca de 300 pessoas, a administração municipal de Estrela entregou para a região um novo produto turístico: a Trilha do Fritz.


ouça entrevistas

 


Por um trajeto de 300 metros, margeando a orla do Rio Taquari sobre uma escadaria de metal, contempla-se o manancial e as belezas naturais de seu entorno. “Um dos mais belos pores do sol do Vale do Taquari pode se ver daqui, além de homenagearmos uma figura ilustre que muito contribuiu para o desenvolvimento de nossa Estrela”, destaca o prefeito Elmar Schneider, que juntamente com familiares convidados fez a entrega oficial do espaço para a comunidade. “Vamos novamente olhar o rio carinhosamente, com outros olhos”, conclamou o chefe do executivo.

Também foi apresentado um Chatbot, disponível para passar informações, principalmente aos visitantes, sobre o município e auxiliar, por exemplo, na busca de restaurantes. O ato ainda contou com apresentações culturais. O projeto foi desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento, Inovação e Sustentabilidade (Sedis), através do Centro Empresarial de Inovação, Tecnologia e Qualificação (Ceiteq).

A denominação Trilha do Fritz é uma homenagem ao já falecido empresário e líder comunitário de Estrela, Friedrich Wilhelm Seyboth, popularmente conhecido por “Tio Fritz”. Filho de um mestre cervejeiro alemão fez história em cervejarias, entre elas a Polar. Também foi dançarino do Grupo de Danças Folclóricas Alemãs da Comunidade Evangélica de Estrela.

Texto: Alício de Assunção
[email protected]

1 comentário

  1. Todas as margens devem ser monitoradas e de preservação ambiental permanente com árvores nativas e de responsabilidade com a mata ciliar, portanto essa trilha deve ser prioridade para o reflorestamento e renovação da fauna e da flora promovendo o equilíbrio ambiental em que pese decisões arbitrárias….contamos com o espaço ocupado ao qual pertence à marinha e que se não fosse tão bonito não seria disputado….cabe a mesma prefeitura arborizar este espaço para retorne as espécies extintas e prejudicadas com a obra….observar requer persistência e contemplação sem prejuízos ao meio…

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui