Conselheiro Tutelar é afastado por armazenar material pornográfico no computador do órgão, em Capela de Santana

Ele acessava e armazenava material pornográfico da internet durante o horário de expediente


0
Imagem: Ilustrativa / Divulgação

A pedido do Ministério Público (MP) do Rio Grande do Sul, em ação civil pública, a Justiça determinou, nesta segunda-feira (28), em tutela de urgência, imediato afastamento não remunerado de um conselheiro tutelar de Capela de Santana, na região metropolitana de Porto Alegre.

De acordo com a ação, assinada pela promotora de Justiça de Portão, Cristine Zottmann, o conselheiro tutelar acessava e armazenava material pornográfico da internet em computador do Conselho Tutelar do município, inclusive durante o horário de expediente.

A promotora ressalta no documento que a conduta do servidor público é de extrema gravidade e absolutamente incompatível com o cargo exercido, exigindo a intervenção, a fim de afastá-lo das suas atividades profissionais usuais. MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui