Conselho da Anatel tem maioria para aprovar leilão 5G, diz governo

Membros do colegiado se reuniram ontem para analisar a proposta. Decisão, no entanto, foi adiada para o final do mês.


0
Foto: Agência Brasil / Divulgação

O Ministério das Comunicações informou nesta terça-feira (2) que o o Conselho Diretor da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) formou maioria para aprovar o edital do leilão das faixas de radiofrequência destinadas à conexão via 5G.
Nesta segunda-feira (1), o conselho se reuniu para analisar a proposta de edital para a internet de quinta geração no país, mas um pedido de vistas adiou a decisão para o final do mês.

Segundo informou o ministério, três dos cinco conselheiros foram favoráveis à proposta apresentada pelo relator Carlos Manuel Baigorri e houve unanimidade quanto à criação de uma rede privativa de comunicação para a Administração Pública Federal.
Os conselheiros Vicente Aquino e Moisés Moreira anteciparam os votos e acompanharam integralmente o relator. O assunto tornará a ser analisado em 24 de fevereiro, quando os demais membros do conselho apresentarão seus votos.

O voto do relator também estabeleceu compromissos para os vencedores do leilão, entre os quais subsidiar a implantação de redes de transporte em fibra óptica na Região Norte (Programa Amazônia Integrada e Sustentável – Pais) e a construção da rede privativa para o Executivo, ponto com o qual todos os membros concordaram.
A previsão de criar uma rede privativa para o governo consta das diretrizes do leilão, publicadas em portaria do Ministério das Comunicações na semana passada.

O que é o 5 G

O 5G é a evolução natural das gerações anteriores —3G e 4G— e traz como diferencial não apenas mais velocidade de conexão à internet no celular, mas outras aplicações que poderão revolucionar a sociedade, como objetos conectados e cidades inteligentes.

Fontes: R7 e Uol

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui