Considerado um dos líderes da facção Os Manos, traficante gaúcho é preso no Paraguai

Nenê foi beneficiado a cumprir pena no regime semiaberto em março deste ano em decorrência da pandemia.


0
Foto: Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai / Divulgação

Um traficante gaúcho de alta periculosidade foi capturado por agentes especiais da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai. Nenê (37), como é conhecido, foi localizado no amanhecer desta terça-feira (4), em uma mansão de um condomínio de luxo na cidade de Hernandarias, no departamento do Alto Paraná.

Ele é considerado um dos principais líderes da facção Os Manos e estava foragido da justiça do Rio Grande o Sul desde junho deste ano. Um cúmplice paraguaio, que seria “secretário” dele, também foi preso. Segundo a Senad, o foragido operava em associação com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Nenê foi beneficiado a cumprir pena no regime semiaberto em março deste ano em decorrência da pandemia.

O traficante rompeu a tornozeleira eletrônica em junho, quando morava num condomínio de alto padrão, alugado por cerca de R$ 2 milhões, em Estância Velha. Ele também é acusado de estar envolvido na construção de um túnel de acesso à Cadeia Pública de Porto Alegre para facilitar a fuga dele e de outros detentos. Uma operação desencadeada pelo Denarc em maio deste ano descobriu que a facção tinha uma fazenda de 140 mil hectares no Mato Grosso, com pista de pouso em meio a mata fechada, avaliada em R$ 42 milhões. AD/Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui