Consumo de lenha volta a crescer no RS após aumento no preço do gás

No Estados do sul, 64% dos que compram lenha também a usam para esquentar o lar


0
Foto: Freepik/Reprodução

Não é novidade, o uonsumo de lenha volta a crescer no RS após aumento no preço do gás
Não é novidade, o usar lenha para cozinhar virou realidade no nosso dia a dia.

Influenciado pelo aumento do preço do botijão de gás, 36,99% em 2021 (dados do IBGE), o consumo da lenha em residências voltou a crescer, após anos em queda, representando 26,1% do consumo total da matriz energética no Brasil. Só fica atrás da eletricidade, com 45,4%.

Os dados são da Empresa de Pesquisa Energética (EPE). No ano passado foram 24 milhões de toneladas de lenha, o maior consumo desde 2009 quando 24,3 milhões de toneladas foram consumidos em casas. Em 2022 esse número pode crescer ainda mais. No Rio Grande do Sul, o consumo aumenta nessa época do ano.

Afinal, aqui no sul 64% dos que compram lenha, segundo o EPE, também a usam para esquentar o lar onde vivem.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui