Contrariando expectativas, não aumentaram casos de transtornos mentais na pandemia, nota psiquiatra

Rafael Moreno exalta a capacidade do ser humano de se adaptar às condições adversas


0
Foto: Ilustrativa / Pixabay

Em análise no “Direto Ao Ponto” desta segunda-feira (13), o médico psiquiatra Rafael Moreno demonstrou surpresa com o fato de que, até o momento, não houve aumento expressivo nos casos de transtornos mentais como se esperava em função da pandemia de coronavírus. “O que piorou foi a qualidade de vida e a procura por atendimentos”, observa. “Isso gera surpresa porque a gente falava em terceira onda, tudo mundo vai enlouquecer…”

Para ele, “todo mundo enlouqueceu um ‘pouquinho’, mas não ao ponto de transtornos mentais”. Moreno entende que o que leva as pessoas a dar a volta por cima nessa situação é a característica do ser humano de ser extremamente adaptável.

Moreno nota que a crise de saúde pública possibilitou, pelo menos, que as pessoas pudessem fazer uma reflexão, um olhar para dentro no sentido de se conhecer.

VÍDEO: Assista ao quadro “Direto ao Ponto” desta segunda-feira

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui