Coordenador de Operações da Força Nacional visita Lajeado em tratativas para treinamento de 200 profissionais na cidade

Município apresentou solicitação para ser sede do treinamento policial de alto nível. Profissionais da região e de fora do Estado devem participar do processo


0
Ainda em tratativas, o comandante acredita que tudo se encaminha para que Lajeado seja de fato a cidade sede para o treinamento (Foto: Gabriela Hautrive)

Lajeado ajusta detalhes para ser sede de uma capacitação chamada de “Instrução de Nivelamento do Conhecimento – INC”, que será conduzida pela Força Nacional de Segurança Pública. As atividades estão previstas para acontecerem no campus da Univates, em março de 2022, promovendo a instrução de policiais e bombeiros dos três estados da região sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O poder público não terá nenhum custo com o trabalho, todas as despesas, como transporte, alimentação e estadia, são de responsabilidade da União.


ouça a reportagem

 


Conforme o coordenador-geral de Planejamento e Operações da Força Nacional de Segurança Pública, comandante José Américo de Souza Gaia, que visita Lajeado nesta quarta e quinta-feira (7), para que os profissionais possam fazer parte da Força Nacional, eles precisam passar por esse nivelamento de instruções. “A Secretaria Nacional de Segurança Pública solicita ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul, como sede para o treinamento, a cidade de Lajeado, que oferece uma estrutura muito boa, muito vantajosa e com apoio da prefeitura local”, relata.

Poderão participar da capacitação profissionais da Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Instituto Geral de Perícias. “Todo o corpo docente, ele é composto por profissionais da região e de fora do Estado, que são selecionados previamente pela Força Nacional para atuarem como instrutores”, explica Gaia.

Coordenador-geral de Planejamento e Operações da Força Nacional de Segurança Pública, comandante José Américo de Souza Gaia (Foto: Gabriela Hautrive)

O treinamento tem duração de aproximadamente 25 dias, contando com deslocamento, ações práticas e ensinamentos em sala de aula, para que então os capacitados estejam aptos. “Podem atuar na Força Nacional até pelo período de um ano, conforme a necessidade de ambos, tanto do governo federal, como estadual, se quiser manter esse profissional”, diz.

Ainda em tratativas, o comandante acredita que tudo se encaminha para que Lajeado seja de fato a cidade sede para o treinamento. “Depende do aceite do governo local, da estrutura local, mas acreditamos que sim, é possível, vai acontecer”, pondera. O secretário de Segurança Pública de Lajeado, Paulo Locatelli, entende que a realização do trabalho na cidade é fundamental, pois aumenta o conhecimento técnico de todos os profissionais. “É uma oportunidade ímpar, estamos fazendo todos os esforços possíveis e necessários, a Univates será uma grande parceira, onde vão ocorrer todos os treinamentos, e agradecer mais uma vez o comandante Gaia que nos deu essa oportunidade, que vai ser a primeira em uma microrregião”, relata Locattelli.

Secretário de Segurança Pública de Lajeado, Paulo Locatelli (Foto: Gabriela Hautrive)

Reuniões em Porto Alegre

Em reuniões realizadas nesta terça-feira (5), em Porto Alegre, Lajeado manifestou ao Governo do Estado seu interesse e disponibilidade em ser sede do treinamento de alto nível para forças policiais e bombeiros. No encontro o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, disse que Lajeado tem todas as condições de receber um curso como este. “Para capacitarmos nossas equipes de segurança e promovermos um ambiente ainda melhor para nossa comunidade. Acreditamos que será possível receber no início de 2022 esta instrução de alto nível na área policial.”

Caumo, a vice-prefeita Gláucia Schumacher, o secretário de Segurança Pública, Paulo Locatelli, e o coordenador do Departamento de Trânsito, Vinícius Renner, participaram de reuniões para apresentar a proposta de Lajeado ser sede do curso com a chefe da Polícia Civil do Estado, delegada Nadine Anflor, com o subcomandante-geral da Brigada Militar, coronel Cláudio dos Santos Feoli, com o comandante-geral dos Bombeiros do RS, coronel Cesar Eduardo Bonfanti, e com o secretário-adjunto da Segurança Pública do RS, cornel Marcelo Frota.

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@independente.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui