Corpo de Bombeiros Voluntários confirma construção de nova régua para mediação do nível do Rio Taquari em Colinas

Obra, orçada em R$ 10 mil, deve começar nos próximos dias.


0
Comandante Marcelo Ceppo (Foto: Reprodução / Arquivo)

Mobilização do Corpo de Bombeiros Voluntários Imicol, de Colinas, trará para o Vale do Taquari mais uma opção de acompanhamento da movimentação do Rio Taquari. Na tarde desta quinta-feira (30), a prefeitura do município confirmou a aprovação da licença ambiental para a construção do dispositivo. “Com isso, poderemos acompanhar e até prever a elevação do rio em ocasiões de enchente. Teremos a possibilidade de evitar perdas materiais das pessoas como as que tivemos nas cheias mais recentes”, comenta o comandante do Corpo de Bombeiros Voluntários Imicol, Marcelo Ceppo. A estrutura de concreto será construída no início da Rua Doutor Parobé, na região central de Colinas.

A régua terá 50 metros será monitorada por câmera de vídeo, que transmitirá as imagens em tempo real, 24 horas por dia, para uma central de acompanhamento dos Bombeiros Imicol. “Também será possível a coleta de dados no local. Acredito que esta será mais uma atração turística de Colinas”, pondera o comandante. A obra é orçada em R$ 10 mil. “Esta conquista se deve a doações que recebemos de empresas e de campanhas para a arrecadação de recursos. Agora que vencemos a primeira e quem sabe, mais difícil etapa, que é obter a licença ambiental, acredito que a construção deva começar nos próximos dias”, projeta Ceppo.

Atualmente, o Vale do Taquari possui dois pontos de monitoramento do nível das águas do Rio Taquari, que servem de parâmetro para as projeções realizadas pelos órgãos de Defesa Civil dos município em períodos de enchente. As réguas localizam-se em Encantado e no Porto de Estrela. LF.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui