Corredora da Belarus que desertou durante Olimpíada planeja correr pela Polônia

Krystsina Tsimanouskaya, da Belarus, se refugiou em Varsóvia quando seus treinadores a mandaram retornar do Japão para Belarus após uma divergência, ordem que ela se recusou a obedecer temendo por sua segurança


0
Krystsina Tsimanouskaya logo após uma corrida de 100 metros, em 30 de julho de 2021 (Foto: Aleksandra Szmigiel//Reuters)

A velocista Krystsina Tsimanouskaya, da Belarus, que desertou durante os Jogos Olímpicos de Tóquio neste mês, disse que planeja se candidatar à cidadania esportiva polonesa para poder correr pela Polônia.

Tsimanouskaya, de 24 anos, se refugiou em Varsóvia quando seus treinadores a mandaram retornar do Japão para Belarus após uma divergência, ordem que ela se recusou a obedecer temendo por sua segurança.

Belarus tem sido dominada por uma forte repressão aos dissidentes, após protestos em massa no ano passado desencadeados por uma eleição turbulenta.

Em uma entrevista ao canal de televisão RBC, transmitida na noite de quarta-feira, Tsimanouskaya disse que pode levar três anos para mudar a cidadania esportiva, mas ela espera que seu pedido seja acelerado.

“Agora estamos tentando mudar minha cidadania esportiva para poder competir pela seleção polonesa”, disse ela. “Decidi ficar na Polônia e competir pela seleção polonesa.”

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui