Correios fazem leilão de 61 mil objetos

Lotes são de objetos que não puderam ser entregues ou foram devolvidos


0
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Os Correios começaram a divulgar o conteúdo dos lotes que estarão disponíveis no leilão de refugos marcado para o dia 27. De acordo com a empresa, os 61 mil objetos foram classificados por “família de itens”, ou seja, por similaridade de uso. A empresa informa que haverá lotes disponíveis de diversas categorias, desde vestuário, com camisas, calças, casacos, vestidos, roupas íntimas e calçados em geral até jóias e bijuterias em geral. Também estarão disponíveis lotes de alto valor, com itens eletrônicos cobiçados, como computadores, placas de vídeo, videogames e sistemas de câmera para segurança. A empresa informou que há lotes compostos exclusivamente por aparelhos celulares de última geração, como iPhones e aparelhos da Samsung, Xiaomi, LG e outras marcas, além de acessórios. Os smartwatches – relógios inteligentes -, também figuram entre as ofertas. Para profissionais de fotografia, os Correios criaram lotes específicos para captura de imagem e criação de conteúdo para redes sociais. Haverá câmeras, drones, pedestais e suportes, kits de iluminação profissionais e demais acessórios. A empresa informa, ainda, que disponibilizará lotes de equipamentos médico-hospitalares e equipamentos pesados. Na primeira categoria, serão disponibilizados medidores de pressão, oxímetros, medidores de temperatura, máscaras de oxigênio e equipamentos dentários. Não houve detalhamento sobre os tipos de equipamentos industriais. Para leitores, os lotes de livros e material didático também serão atrativos. Entre as opções, a empresa listou guias de culinária, coleções literárias (conhecidas como boxes), bíblias e livros de arte, além de publicações usadas em escolas e literatura infantil em geral. Por fim, os Correios listam brinquedos para todas as idades, utensílios para recém-nascidos – como cadeiras de alimentação, berços e cadeirinhas para carro. Para participar do certame, os interessados devem se cadastrar na plataforma Licitações-e do Banco do Brasil. Após a conclusão dessa etapa, pessoas físicas e jurídicas conseguem enviar propostas de forma eletrônica para participar da disputa online. Os Correios anteciparam que outros leilões do gênero devem acontecer ainda neste ano. Segundo a empresa, os objetos de refugo dos estados do Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais passarão pelo mesmo tratamento e classificação, e serão leiloados “em uma data oportuna”. São Paulo também terá uma segunda edição do leilão de objetos, mas ainda sem data para ocorrer. Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui