Costa Rica aposta em plasma equino para reduzir internações por coronavírus

Universidade americana realizou o estudo externo e comprovou a capacidade do medicamento de anular o vírus. 


0
Foto: Reprodução

Um tratamento antiviral elaborado com plasma de cavalos imunizados é a esperança da Costa Rica para enfrentar a propagação crescente da Covid-19 no país e evitar a saturação dos hospitais públicos. O Instituto Clodomiro Picado (ICP) da Universidade da Costa Rica preparou um lote inicial de mil frascos de 10 ml cada contendo o antiviral, que está sendo testado em mais de 20 pacientes infectados.

“Esperamos poder administrá-lo aos paciente na fase inicial da doença, quando os sintomas não são severos e a carga viral não é tão grande”, explicou Andrés Hernández, farmacêutico do instituto. Segundo ele, a expectativa é de que o medicamento neutralize o vírus, fazendo com que, em quatro dias, os sintomas desapareçam e o paciente volte a respirar normalmente.

O antiviral foi submetido a testes de laboratório na Universidade George Mason, localizada no estado americano da Virgínia. A instituição realizou o estudo externo e comprovou a capacidade do medicamento de anular o vírus.

A Caixa do Seguro Social da Costa Rica, a cargo dos hospitais do país, confirmou que o tratamento se encontra na fase dois dos testes em 27 pacientes. Caso o resultado seja positivo, a pesquisa será estendida a um grupo maior de pessoas internadas.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui