Covid-19: surto de variante surgida no Brasil fecha estação de esqui no Canadá e preocupa autoridades

Variantes do Reino Unido e do Brasil estão crescendo rapidamente em meio a novos surtos da doença no Canadá


0
Whistler Blackcomb é um dos maiores resorts de esqui do mundo (Foto: BBC)

Um resort de esqui no Canadá fechou suas portas após ter confirmado um surto da variante P.1 do coronavírus, identificada pela primeira vez no Brasil.

O Canadá enfrenta um agravamento da pandemia, sobretudo das variantes do Reino Unido e do Brasil, com as autoridades falando em “terceira onda” de Covid-19.

Whistler Blackcomb, próximo de Vancouver, é um dos maiores resorts de esqui do mundo. O estabelecimento fechou suas portas no final de março por ordem do governo provincial da Colúmbia Britânica.

Autoridades locais testaram pessoas na comunidade e rastrearam contatos. A variante P.1 se espalhou para outras partes da província a partir do resort, segundo uma das principais autoridades de saúde da Colúmbia Britânica, Bonnie Henry.

O resort já havia sido um foco de contágio e disseminação de Covid em janeiro — pois ele atrai muitos turistas de diversas partes do Canadá — mas desta vez a novidade é a variante.

“O que estamos descobrindo é que há pequenas cadeias de transmissão em várias áreas. Portanto, é uma disseminação comunitária”, disse ela, segundo o jornal Wall Street Journal.

O prefeito da cidade de Whistler, Jack Compton, disse que a população da cidade ficou “arrasada” com a notícia do fechamento. Outros estabelecimentos comerciais na Colúmbia Britânica também ficarão fechados até o dia 19.

“Somos uma cidade turística”, disse Compton ao site canadense Global News. “Existimos para poder receber aqui pessoas de toda a Colúmbia Britânica e de todo o mundo.”

O secretário de Saúde da província, Adrian Dix, acredita que a Colúmbia Britânica está registrando mais casos da variante do coronavírus por estar realizando mais testes que identificam variantes, em comparação com as demais províncias, segundo o Wall Street Journal.

A Colúmbia Britânica tem 9,574 casos ativos de Covid-19, segundo dados divulgados na sexta-feira (9) pelo governo provincial.

Destes, 4,111 são atribuídos a três variantes. A mais preocupante é a B.1.1.7, surgida no Reino Unido, que reponde por 74% dos casos.

Foram identificados 974 casos (23%) de Covid-19 com a variante P.1. Os demais casos (55, ou 1,3%) são da variante surgida na África do Sul.

Dix disse ao jornal local Times Colonist que o governo está preocupado com a rápida propagação das variantes na província. Em apenas quatro dias no começo deste mês, o número de casos com a variante P.1 dobrou.

O crescimento do coronavírus virou notícia também nas páginas esportivas. O time de hóquei Vancouver Canucks foi forçado a adiar os próximos jogos depois que um surto atingiu 25 jogadores da equipe.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui