CPI da Covid aprova requerimentos para quebra de sigilos de Pazuello e Ernesto Araújo

Também foram aprovadas quebras de sigilo bancário e fiscal de empresas de publicidade


0
Foto: Agência Senado / Divulgação

A CPI da Covid aprovou nesta quinta-feira a quebra de sigilos telefônicos e telemáticos dos ex-ministros da Saúde Eduardo Pazuello e das Relações Exteriores Ernesto Araújo. Também foram aprovadas as quebras de sigilo da secretária do Ministério da Saúde Mayra Pinheiro, do assessor internacional da Presidência da República, Filipe Martins, do empresário Carlos Wizard e do médicos Paulo Zanotto. Os dois últimos fariam parte do suposto gabinete paralelo de aconselhamento do presidente Jair Bolsonaro.

O ex-secretário-executivo da pasta da Saúde Elcio Franco, que prestou depoimento ontem à comissão, também foi incluído na lista, assim como o auditor do Tribunal de Contas da União Alexandre Figueiredo Costa Silva, responsável pelo falso estudo atribuído ao órgão que coloca em dúvida o número de mortes por Covid-19 em 2020. Segundo o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), autor de 21 dos 23 requerimentos aprovados, Luciano Dias de Azevedo, que é tenente-médico da Marinha, “foi o autor da minuta de decreto que teria como objetivo alterar a bula da cloroquina”.

O tema foi discutido durante reunião no Palácio do Planalto. Ele também teve o pedido de quebra de sigilo aprovado. Na CPI, os senadores também aprovaram as convocações do ministro da Controladoria-Geral da União Wagner Rosário e do ex-secretário-executivo do Consórcio Nordeste Carlos Gabas.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui