CRIE Smart Cities começa nesta segunda e debaterá Lei Geral de Proteção de Dados

Univates realiza evento on-line, que discutirá seis eixos, de 23 a 27 de agosto


0
Foto: Artur Dullius

A transformação tecnológica exigiu um novo meio de gestão de dados no Brasil. Por esse motivo, foi regulamentada a Lei Geral de Proteção de Dados. Para discutir sobre esse e outros assuntos, como o futuro das cidades e a inovação, a Universidade do Vale do Taquari – Univates realiza o CRIE Smart Cities, que começa na próxima segunda-feira (23) e se estende até 27 de agosto. O evento on-line traz palestras, debates, painéis, oficinas e a Mostra de Ensino.

Durante o CRIE serão realizadas cinco atividades para debater a transformação tecnológica. Após a abertura do evento, na segunda-feira, ocorre a palestra “Cenário educacional pós-pandemia: o que muda e o que permanece”, proferida por João Vianney Santos, Rodrigo Ulrich, Daniel Castanho e Fernanda Storck Pinheiro, das 21h às 22h30min.

Outra atividade do eixo da transformação tecnológica é o debate “Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais: importância para a inovação”, com Camilla do Vale Jimene, das 19h às 21h.

Já na quarta-feira, a discussão será sobre “Moedas digitais e as novas relações financeiras”, com a participação de Fabio Junges e Diogo Baum, que acontece das 21h às 22h30min. A última atividade relacionada à tecnologia fica por conta de Bruno Bastos, que trata da “Nova Economia, Startups e Transformação Digital” na sexta-feira, das 19h às 21h.

Para garantir a participação no evento, basta acessar a programação e selecionar a atividade da qual quer participar. As inscrições para o CRIE Smart Cities podem ser realizadas no site https://www.univates.br/criesmartcities. O evento é gratuito. Para mais informações, entre em contato pelo e-mail eventos@univates.br.

Confira a programação do eixo temático transformação tecnológica

23/08, segunda-feira

21h às 22h30min – Cenário educacional pós-pandemia: o que muda e o que permanece – João Vianney Santos, Rodrigo Ulrich, Daniel Castanho e Fernanda Storck Pinheiro

24/08, terça-feira

19h às 21h – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais: importância para a inovação – Camilla do Vale Jimene

25/08, quarta-feira

21h às 22h30min – Moedas digitais e as novas relações financeiras – Fabio Junges e Diogo Baum

26/08, quinta-feira

19h às 21h – Uso de dados para cidades mais inteligentes – Ricardo Cappra

27/08, sexta-feira

19h às 21h – Nova Economia, Startups e Transformação Digital – Bruno Bastos

O que são cidades inteligentes?

O conceito de cidades inteligentes (ou smart cities, em inglês) é utilizado para falar de comunidades que usam tecnologia digital a fim de tornar prática e eficiente a vida de seus cidadãos. Nesses lugares, existe preocupação em melhorar a fluidez do tráfego, a segurança e a prestação de serviços nas áreas de, por exemplo, recolhimento de lixo e iluminação pública. AI/RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui