Cursos de Administração e Ciências Contábeis da Univates firmam parceria com o projeto Recupera Muçum

Iniciativa prevê a reconstrução do município em uma área não alagável


0
Foto: Reprodução

Os cursos de Administração e Ciências Contábeis da Univates firmaram uma parceria com o projeto Recupera Muçum para ajudar a reconstruir a cidade, atingida por enchentes em 2023 e 2024, em uma área não alagável. Os docentes das graduações irão auxiliar na auditoria dos recursos captados e aplicados, garantindo a transparência dos fundos destinados à reconstrução.

De acordo com Bruno de Medeiros Teixeira, coordenador do curso de Ciências Contábeis, “a ideia é que os professores realizem regularmente a revisão dos documentos que apresentam as ações de captação de recursos e suas respectivas aplicações no projeto. Entendemos que isso traz certa credibilidade ao processo, diminuindo o receio das pessoas que pretendem apoiar a reconstrução da cidade de Muçum”.

Teixeira é coordenador do curso de Ciências Contábeis (Foto: Antônio Luiz Marini Marchi / Divulgação)

Segundo o docente, a fiscalização contínua dos fundos é essencial para garantir que os recursos sejam aplicados corretamente e em benefício da comunidade.

O coordenador do curso de Administração, Gabriel Machado Braido, reflete sobre a importância da gestão eficiente e transparente dos recursos em um projeto que visa a devolver o senso de pertencimento e a esperança à comunidade. “Acreditamos que a transparência é fundamental nas campanhas de arrecadação de fundos, o que deixa as pessoas mais tranquilas em saber que a sua doação está chegando ao destino certo. Sabemos que muitas pessoas que não foram atingidas pelas cheias querem ajudar na reconstrução, mas acabam ficando com medo de doar. Nesse sentido, realizaremos a conferência dos recursos recebidos e de sua destinação, a fim de assegurar que o projeto esteja alinhado com o seu propósito”, explica Braido.

Braido é coordenador do curso de Administração (Foto: Antônio Luiz Marini Marchi / Divulgação)

O objetivo inicial do projeto Recupera Muçum é a compra de uma área não alagável para a realocação do município. “Em médio e longo prazo, espera-se restabelecer a normalidade na cidade, permitindo que os habitantes possam residir e trabalhar no local de forma segura”, finaliza Teixeira.

Saiba mais sobre o projeto Recupera Muçum

A última enchente que atingiu Muçum, em maio de 2024, deixou 896 famílias desalojadas, afetou 90% do comércio e comprometeu 80% da área edificada da cidade. O município, que vinha tentando se recuperar de eventos climáticos passados, sofreu mais um impacto devastador que paralisou a economia local e causou grandes prejuízos materiais e emocionais à população. O projeto Recupera Muçum surgiu como uma resposta estratégica para lidar com as catástrofes recorrentes.

Além da realocação da cidade, a iniciativa também prevê a realização de um estudo de viabilidade e infraestrutura, que será conduzido pela empresa Urbia Urban Tech Design, e o desenvolvimento de um projeto para a reutilização de áreas alagáveis.

O projeto é uma iniciativa da Associação Recupera Muçum e tem o apoio do poder público. Doações de qualquer valor podem ser feitas por meio da chave Pix [email protected]. A prestação de contas será realizada neste site. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui