Custo de doses de vacinas previstas para 2021 chega a R$ 9,3 bilhões

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 8h.


0
Foto: Reuters

O Ministério da Saúde afirma que já estão asseguradas 354 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 para 2021. O custo estimado do total de doses até agora pode chegar a R$ 9,3 bilhões. O cálculo é baseado no valor divulgado pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) com a importação de doses prontas da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca, além da produção nacional e da CoronaVac, do Instituto Butantan em parceria com o laboratório Sinovac, que teve acordo anunciado nesta quinta-feira (7). Fonte: Portal R7

Pela primeira vez Enem terá edição digital

Pela primeira vez, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá uma versão digital. A prova será aplicada de forma piloto para 96 mil candidatos em 99 municípios. Assim como no Enem impresso, os participantes terão que ir até o local de prova e, embora o exame seja feito pelo computador, os candidatos deverão levar caneta esferográfica da cor preta porque a redação será feita no papel. O Enem digital será aplicado nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro, após o Enem impresso, que será nos dias 17 e 24 de janeiro. As provas serão realizadas em laboratórios de informática de escolas e universidades que já foram previamente testados pelo Inep. Ao todo, serão cerca de 4 mil laboratórios, com cerca de 20 computadores cada. As máquinas terão acesso apenas à prova. Os estudantes não conseguirão, portanto, acessar a internet ou documentos do computador. Fonte: Agência Brasil

Ministro da Saúde diz que assinou contrato de compra de 100 milhões de doses da Coronavac

O Ministério da Saúde no Brasil, Eduardo Pazzuelo, anunciou assinatura de contrato com o Instituto Butantan para adquirir até 100 milhões de doses da vacina Coronavac contra a covid-19 para o ano de 2021, produzidas pelo órgão em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.O contrato envolve a compra inicial de 46 milhões de unidades, prevendo a possibilidade de renovação com a aquisição de outras 54 milhões de doses posteriormente. Esse modelo foi adotado pela pasta pela falta de orçamento para comercializar a integralidade das 100 milhões de doses. Nesta quinta-feira (7) o Instituto Butantan anunciou que a eficácia da vacina é de 78%. Fonte: G1

Policial do Capitólio é a 5ª vítima fatal de invasão nos EUA

Um agente da polícia do Capitólio morreu nesta quinta-feira (7), em consequência da violência na invasão de apoiadores do presidente Donald Trump à sede do Congresso norte-americana na quarta. Não há, no momento, informações sobre a causa exata da morte ou a identidade da vítima, segundo a imprensa dos EUA. Com isso, o número de mortes ligadas ao ataque ao Legislativo norte-americano subiu para cinco. Uma mulher, veterana da Força Aérea, morreu após ser baleada no peito durante a invasão. Outros dois homens tiveram paradas cardíacas e outro caiu após tentar escalar um andaime que estava sendo montado para a posse do presidente eleito Joe Biden. Fonte: Correio do Povo

Primeira semana de 2021 tem recorde de mortes por Covid-19 no Vale do Taquari

A 36ª semana do Modelo de Distanciamento Controlado, entre a última sexta-feira (1º) e esta quinta-feira (7) registrou o recorde de mortes por Covid-19 no Vale do Taquari. Foram 16 falecimentos. Lajeado, que já soma 64 óbitos desde o início da pandemia, teve cinco falecimentos nos últimos sete dias. Porém, apenas quatro já constam no boletim do Estado. Se o óbito da mulher de 78 anos, ocorrido nesta quinta, estivesse nas estatísticas da Secretaria Estadual da Saúde, seriam 17 óbitos pra região em uma semana. O município de Taquari teve três mortes nos últimos sete dias. As demais mortes da semana foram de moradores de Estrela (duas vítimas), e Paverama, Muçum, Colinas, Encantado, Sério, Bom Retiro do Sul e Teutônia, tiveram um óbito cada. RS

Hemocentro do Estado precisa de doações de sangue com urgência

O Hemocentro do Rio Grande do Sul (Hemorgs) está com os estoques de sangue em níveis críticos e precisa de doações de todos os tipos sanguíneos, especialmente O+ e O-. A doação e o processamento do sangue são fundamentais para garantir a disponibilização de componentes sanguíneos para os pacientes que necessitam de transfusão, como vítimas de acidentes ou em outras situações clínicas. Em Lajeado, no Hemovale, junto ao Hospital Bruno Born, após uma queda de 50%, as doações de sangue estão sendo retomadas. Além do período de férias, a diminuição se deu por conta da pandemia. A responsável técnica pelo local, enfermeira Marina Vieira, teme que uma nova diminuição ocorra no próximo mês. Em alguns períodos, conforme a enfermeira, há necessidade por todos os tipos de sangue, mas normalmente o mais solicitado é o O-.

Cerca de 186 mil idosos de 60 a 65 anos perderão gratuidade no transporte público em SP, diz Prefeitura

A Prefeitura de São Paulo estima que cerca de 186 mil idosos de 60 a 64 anos que utilizavam os ônibus diariamente na cidade antes da pandemia terão o benefício de gratuidade do transporte público cortado a partir de 1º de fevereiro. Segundo a SP-Trans, o corte determinado por decreto do prefeito Bruno Covas (PSDB) representa uma economia de R$ 338 milhões por ano para os cofres do município. O número de idosos nessa faixa etária na cidade pode estar subnotificado pela prefeitura, já que pelo menos 697 mil pessoas de 60 a 64 anos viviam em 2019, o que representa 5,7% da população do município. Fonte: G1

Inadimplência cai no fim de 2020, apesar de alta no endividamento

A inadimplência caiu em dezembro, apesar de os consumidores estarem mais endividados, revelou a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) de dezembro, o total de famílias com dívidas ou contas em atraso caiu de 25,7% em novembro para 25,2% em dezembro. Essa foi a quarta redução seguida do indicador. Em relação a dezembro de 2019, a proporção de consumidores inadimplentes cresceu 0,7 ponto percentual. A parcela das famílias que declararam não ter condições de quitar o atraso, permanecendo inadimplentes, caiu de 11,5% em novembro para 11,2% em dezembro. No mesmo mês de 2019, o indicador estava em 10%. Fonte: Agência Brasil

Mudanças no calendário fazem jogadores no Brasil só terem férias em dezembro

O futebol brasileiro terá mais um ano atípico neste 2021. Após a pandemia do novo coronavírus interromper o calendário e fazer as competições se alongarem para o ano seguinte, não haverá intervalo na mudança de uma temporada para outra. As competições relativas a 2020 vão terminar em fevereiro e logo na sequência o novo ano do futebol começa sem pausa nem férias. Por isso, os clubes vão ter de tomar cuidado com pendências trabalhistas. Os atletas só terão direito a férias em dezembro de 2021, quando há a previsão de a temporada seguinte chegar ao fim. Fonte: Correio do Povo

Produção e apresentação: Gabriela Hautrive
Próxima edição: hoje ao meio dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui