Decisão que isenta negros do uso obrigatório de máscara gera polêmica nos EUA

Segundo publicação, medida controversa seria para evitar que eles fossem confundidos com criminosos; grupos criticam texto e apontam racismo.


0
Segundo autoridades, medida seria para a própria proteção das pessoas negras do condado (Foto: Pixabay)

Uma decisão tomada pelo condado de Lincoln, localizado no estado norte-americano do Oregon, gerou polêmica nos EUA após a divulgação do texto, que isenta a população negra do uso obrigatório de máscara em meio à pandemia do Covid-19 .

Segundo informações do jornal New York Post, a medida foi tomada pela autoridades de saúde para evitar que eles sejam confundidos com criminosos , algo que é recorrente nos EUA , principalmente quando utilizam algum tipo de acessório no rosto ou cabeça.

A controversa medida, elaborada por autoridades de saúde, define que todos os cidadãos do condado devem utilizar máscaras de proteção quando estiverem na rua, além de manter distância de pelo menos 2 metros de outras pessoas. Já a população negra fica isenta para evitar qualquer tipo de episódio de racismo ou preconceito que poderia surgir pelo uso do acessório.

Porém, associações e entidades que lutam pelos direitos dos afroamericanos apontaram que a decisão é mais racista do que os episódios que tenta evitar. Ativistas ressaltaram, inclusive, que a não obrigatoriedade coloca os negros ainda mais em risco.

Fonte: IG

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui