Defesa Civil descarta nova cheia nas próximas horas no Rio Taquari

Enxurrada ocorrida na manhã desta quinta-feira (7) causou preocupação.

0
Coordenador da Defesa Civil de Lajeado, Heitor Hoppe, descarta nova cheia nas próximas horas (Foto: Reprodução/ Defesa Civil de Lajeado)

Em menos de uma hora, na manhã desta quinta-feira (7), municípios do Vale do Taquari tiveram cerca de 50 milímetros de chuva. A precipitação pluviométrica provocou transbordo de arroios, causando o fechamento de ruas e estragos. Em recuperação de uma cheia recente do Rio Taquari, a comunidade demonstrou preocupação com repique e nova enchente. A Defesa Civil descarta a possibilidade.

Coordenador da Defesa Civil de Lajeado, Heitor Hoppe tem monitorado pontos de referência para o Rio Taquari. Por isso ele afirma que “não vejo precipitação com relação ao rio, apesar da questão pontual da manhã de hoje”. Responsável pela Defesa Civil de Estrela, Sandro Bremm também descarta cheia nas próximas horas. Mesmo assim ele acredita que o rio possa apresentar certa elevação.

“Entre a tardinha e a noite de hoje o rio provavelmente volta a subir um pouco, mas não é questão de repique, é porque quando chove a água vai para o rio e automaticamente sobe”, garante Bremm. Em Estrela, está interrompida a Estrada Nicolau T. Hoss, que faz ligação entre Novo Paraíso e São José. Com a chuva das primeiras horas do dia o Arroio Boa Vista saiu do leito normal. Estrela teve 82 milímetros (mm) de chuva nesta quinta, sendo 51 mm em uma hora, entre 7h e 8h.

Já em Lajeado foram 75 mm de chuva entre às 4h e 10h de hoje. Hoppe diz que agora o foco está no retorno das pessoas desalojadas e desabrigadas para casa. As famílias foram removidas por conta da enchente. São 38 famílias, totalizando 115 pessoas. Quatro já voltaram. São duas desabrigadas, que ficaram no Pavilhão 3 do Parque do Imigrante, e as demais desalojadas, alocados por amigos e parentes.

Na RSC-386, nas imediações do supermercado Rede Super, ocorreu transbordo do Arroio Engenho, situado ao lado da rodovia, no sentido capital-interior, dificultando o fluxo de veículos. A Avenida Senador Alberto Pasqualini, na entrada de Lajeado, também teve água acumulada – assim como a Avenida Décio Martins Costa, a “Rua do Valão”, no Centro da cidade.

Texto: Natalia Ribeiro/ [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui