Delegado afirma estar surpreendido positivamente com manutenção da ordem em abrigos de Estrela

Márcio Moreno relatou que houve redução dos índices de criminalidade no Vale do Taquari após a enchente do início de maio


0
Foto: Prefeitura de Estrela/arquivo

Os órgãos de segurança do Vale do Taquari trabalham para manter a ordem nos locais que abrigam famílias desalojadas pela enchente do início de maio. Os índices de criminalidade inclusive sofreram queda na região no momento posterior à catástrofe ambiental. O Delegado titular da DP de Estrela, Márcio Moreno, concedeu entrevista ao programa Acorda Rio Grande e revelou ter se surpreendido positivamente com a manutenção da ordem em abrigos do município.

Cerca de 46% da cidade de Estrela foi afetada pela cheia que atingiu o Vale do Taquari. Havia a preocupação quanto à mudança abrupta do cotidiano das famílias, que passaram a conviver em abrigos disponibilizados pela Prefeitura. O delegado explicou que havia o temor pelo stress vivido pelas pessoas e a predisposição à violência, através de ameaças ou situações de constrangimento que poderiam ocorrer. “No primeiro momento eu tinha uma preocupação muito grande com o aumento desses índices e posso dizer que fui surpreendido positivamente”, relatou Moreno.

O delegado ainda citou que esta é a realidade em todo o Vale do Taquari, ao contrário do que acontece na região metropolitana de Porto Alegre. “Aqui na região do Vale do Taquari, até o presente momento, houve uma redução da criminalidade”, considerou. Os delitos que são observados são os mesmos corriqueiros que ocorriam antes da enchente e que não são considerados mais graves. “Aquela criminalidade ordinária que ocorre no bairro, ela se repete no abrigo”, reforçou.

Márcio Moreno também falou sobre a situação da Delegacia de Polícia de Estrela, situada na Rua Coronel Müssnich, e que foi atingida pela cheia. Computadores e viaturas foram retirados antes que as águas chegassem no local. No entanto, ainda está sendo realizada a limpeza e descarte de outros materiais afetados. Há a possibilidade de futuramente a sede mudar de endereço. “Estamos fazendo alguns estudos, mapeamentos, até para a reestruturação, mas acredito que nós vamos mudar de prédio”, revelou o delegado. Mesmo assim, a DP de Estrela deve voltar a atender na atual sede, de forma provisória, até o fim do mês de junho.

Texto: Gilson Lussani
[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui