Depois de TikTok, Índia proíbe mais 100 aplicativos chineses

A decisão ocorre um dia depois de a Índia acusar a China de causar novas tensões na região de fronteira.


0
Foto: Altieres Rohr/G1

A Índia proibiu nesta quarta-feira (2) mais uma leva de aplicativos desenvolvidos por empresas chinesas, citando preocupações com a segurança digital e com a soberania do país. Foram mais de 100 apps, incluindo o famoso jogo PUBG e o buscador Baidu.

A decisão ocorre um dia depois de a Índia acusar a China de causar novas tensões na região de fronteira. O Ministério das Relações Exteriores da Índia disse que tropas chinesas realizaram “ações provocativas” na região montanhosa do Himalaia, que é disputada pelos dois países. O comunicado do governo indiano cita “reclamações de diversas fontes” sobre um suposto envio de dados de usuários de aplicativos para Android e iPhone para “localizações fora da Índia”.

Em junho, o país baniu 59 aplicativos, a maioria chineses, incluindo TikTok, UC Browser da Alibaba e WeChat da Tencent. Essa proibição aconteceu poucos dias depois de conflito na fronteira entre os dois países, no qual 20 militares indianos morreram.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui