Deputado Fábio Ostermann critica reforma tributária proposta por Eduardo Leite

Lider da bancada do Novo diz que pontos propagados pelo governador como satisfatórios, na verdade não fazem parte da reforma.


0
Foto: Divulgação

O líder da bancada do partido Novo na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, o deputado Estadual Fábio Ostermann concedeu entrevista ao programa Encontro Maior da Rádio do Vale AM 820. A emissora vem buscando conversar com todos os líderes de bancada dos partidos na Assembleia gaúcha.


OUÇA A REPORTAGEM


O objetivo é tratar da orientação partidária aos parlamentares em relação à reforma tributária. O projeto entregue pelo governador Eduardo Leite (PSDB) na semana passada ao legislativo teria assustado os integrantes do partido Novo. Ostermann falou sobre as discordâncias dos seus correligionários em relação as propostas do chefe do executivo. Ele ressalta que as coisas boas que vem sendo propagadas por Leite como satisfatórias no plano, na verdade não fazem parte do projeto de reforma proposta. Uma delas seria a questão de redução do ICMS, outra relacionada ao preço da energia elétrica e até mesmo da alíquota geral. ”

A redução da alíquota Geral do ICMS já está programada para o dia 1º de Janeiro de 2021, não depende da reforma embora o governador esteja usando este fato como um argumento para que a reforma seja aprovada”, explica. Ele conclui que a reforma de Eduardo Leite é meramente um instrumento arrecadatório que vai aumentar a carga tributária sobre uma série de bens de serviços.

Texto: Júlio César Lenhard

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui