Deputado quer readequação no modelo de leilão de rodovias estaduais

Objetivo é evitar que resultado considerado ruim no processo ocorrido na Serra e Vale do Caí se repita com estradas do Vale do Taquari


0
Deputado Fábio Ostermann, do Novo (Foto: Divulgação)

O mês de abril foi marcada pelo primeiro leilão de concessão de rodovias estaduais gaúchas à iniciativa privada. Mais de 270 km de estradas da Serra e do Vale do Caí foram concedidas pelo período de 30 anos a única empresa participante do processo. Pela falta de concorrência, as tarifas ficaram acima da expectativa, atingindo quase o valor máximo do edital.

O deputado estadual do Partido Novo Fábio Ostermann concedeu entrevista ao programa Encontro Maior da Rádio do Vale e afirmou que há a necessidade das concessões à iniciativa privada, mas com modelos bem construídos e no momento adequado.


ouça a entrevista

 


Ostermann reforçou que o primeiro leilão foi malsucedido. Por isso, é necessário evitar que o mesmo resultado ocorra com as estradas estaduais que passam pelo Vale do Taquari.

O preço máximo do pedágio estipulado para as rodovias da região são os seguintes: ERS-130, de Lajeado a Encantado, R$ 9,20; RSC-453, de Lajeado a Venâncio Aires, R$ 9,15; e RSC-453, de Estrela a Garibaldi; R$ 8,87.

A expectativa é que através de um procedimento exitoso na privatização destas rodovias, o valor da tarifa seja reduzido de 30% a 40% com relação a estimativa inicial. GL

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui