Desemprego diante da pandemia tem alta de 20,9% entre maio e julho, aponta IBGE

No mesmo período, número de trabalhadores ocupados teve queda de 3,5%.


0
Flexibilização do isolamento social fez com que o número de afastados do trabalho tivesse queda de 42,6% de junho para julho — Foto: TV Globo / Reprodução

A pandemia do coronavírus fez o número de desempregados no Brasil aumentar em 20,9% entre maio e julho. É o que apontam os dados divulgados nesta quinta-feira (20) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Além do aumento do desemprego, a pesquisa mostrou que: Caiu em 3,5% o número de trabalhadores ocupados na comparação com maio.

O país perdeu 1,9 milhões de trabalhadores informais em três meses. Houve queda de 42,6% no número de trabalhadores afastados devido ao isolamento social 3,2 milhões de trabalhadores afastados ficaram sem remuneração em julho. 4 milhões de brasileiros recorreram a empréstimos financeiros na pandemia.

De acordo com o levantamento, o país encerrou o mês de julho com 12,2 milhões de desempregados, cerca de 2,1 milhões a mais que o registrado em maio, quando somavam, aproximadamente, 10,1 milhões de pessoas.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui