Desemprego recua a 14,1% e atinge 14,4 milhões no 1º semestre

Alta foi puxada pelo trabalho por conta própria, que bateu recorde no país; Em um ano, população ocupada cresceu em 4,4 milhões de trabalhadores


0
Foto: Agência Brasil / Divulgação

O desemprego no Brasil recuou pela segunda vez consecutiva e fechou o trimestre encerrado em junho em 14,1%. O valor, 0,5 ponto percentual inferior ao registrado nos três meses anteriores, indica que 14,4 milhões estavam pessoas fora do mercado de trabalho ao fim do primeiro semestre.

Os dados divulgados nesta terça-feira (31), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mantém o volume de desocupados próximo ao recorde de 14,7% de desocupados da série histórica iniciada em 2012, registrada nos meses de março e abril.

Esse recuo na taxa de desemprego foi influenciado pelo aumento no número de pessoas ocupadas, que avançou 2,5% (mais 2,1 milhões) no segundo trimestre de 2021 e alcançou 87,8 milhões no período, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad).

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui