Devemos estar atentos às pequenas sortes que encontramos pelo caminho

Confira o comentário da jornalista, psicóloga e psicanalista clínica Dirce Becker Delwing.


0
Foto: Divulgação

Desde criança, fico fantasiando em ter uma casa lilás. Talvez por isso, a minha atual moradia tem uma cor num tom gelo, o que facilita a possibilidade de imaginar que ela ainda está por ser pintada. Para que você compreenda a origem desse meu desejo, preciso explicar que, na comunidade onde cresci, em Rui Barbosa, Canudos do Vale, havia uma casa lilás que servia como cenário para minhas aspirações de não sofrer mais com a falta de dinheiro.


ouça o comentário

 


 

Acontece que a família proprietária dessa moradia tinha uma condição financeira melhor. Por exemplo, foram os primeiros nas redondezas a terem um banheiro com vaso sanitário. Nas visitas que fazia para brincar com as crianças, só de poder utilizar esse cômodo da casa, já me alegrava. Sem falar que ouvia minha mãe nomeando benesses que eles tinham e que estavam longe de virarem realidade na minha família. Talvez por isso é que a casa lilás ficou na minha imaginação como sendo um lugar onde a vida é cheia de boas coisas, os móveis são de fórmica, a água é encanada, há energia elétrica e, volta e meia, os filhos desfrutam de guloseimas trazidas da cidade.

Fazia algum tempo que não lembrava, com tanta nitidez, desses detalhes, mas o sonho de ter uma casa lilás sempre acena quando encontro uma parede pintada nessa cor. Foi o que aconteceu, ontem, quando cheguei na pousada que alugamos para passar alguns dias de férias. Os olhos de criança, que seguem vendo pelas minhas vistas de gente grande, riram de emoção diante da surpresa.

Mais uma vez tive a convicção de que a vida se encarrega de colocar diante de nós as aspirações que trazemos no coração, ainda que evidenciadas num outro contexto. Contudo, para que isso aconteça, precisamos estar atentos e sensíveis às pequenas grandes sortes que vamos encontrando pelo caminho. Me diga você se já não lhe aconteceu coisa semelhante?

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui