Dez carros utilizados por quadrilha durante assalto em Criciúma-SC são localizados em milharal

Os automóveis de alta potência e grande valor comercial foram apreendidos no milharal de uma propriedade privada em Nova Veneza, a noroeste de Criciúma.


0

A Polícia encontrou dez carros usados por uma quadrilha em assalto na madrugada desta terça-feira (1), em Criciúma-SC. As informações são do portal G1.

Os automóveis de alta potência e grande valor comercial foram apreendidos no milharal de uma propriedade privada em Nova Veneza, a noroeste de Criciúma.

O grupo fortemente armado invadiu a tesouraria regional do Banco do Brasil, provocou incêndios, bloqueou ruas e acessos à cidade, usou reféns como escudos e atirou várias vezes. Duas pessoas ficaram feridas: um policial militar e um vigilante.

Segundo a Polícia Civil, cerca de 30 pessoas encapuzadas participaram da ação simultânea. O ataque durou mais de uma hora. Os primeiros relatos do tiroteio foram feitos por volta da meia-noite. Imagens nas redes sociais mostraram reféns e pessoas cercadas nas ruas pelos criminosos.

Os suspeitos fizeram bloqueios em vários pontos da cidade, para frear a reação das polícias Civil e Militar. O grupo incendiou um túnel em Tubarão que dá acesso a Criciúma, para tentar impedir que reforços policiais chegassem até o local dos assaltos. O bando também atacou o Batalhão da Polícia e ateou fogo a um veículo.

Após o ataque, os criminosos fugiram e abandonaram dinheiro no local. Nas calçadas e nas ruas próximas da ação foram encontradas várias cápsulas de munição, inclusive de fuzil. Quatro moradores foram detidos após recolherem R$ 810 mil que ficaram jogados no chão devido a explosão. Ainda não foi informada a quantidade de dinheiro levada.

Os criminosos também deixaram 30 quilos de explosivos para trás. Forças de segurança catarinenses trabalham em conjunto na captura dos criminosos. Nenhum dos suspeitos foi preso até o momento. MS/AD


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui