Dezenas de manifestantes e 13 policiais morrem em protestos no Cazaquistão

O país que vive uma onda de manifestações que culminou na derrubada do governo. Os protestos já são os maiores desde a independência do país em 1991, quando a União Soviética entrou em colapso


0
Foto: Pavel Mikheyev / Reuters

Dezenas de manifestantes e 13 agentes de segurança morreram em confrontos no Cazaquistão, país que vive uma onda de manifestações que culminou na dissolução do governo. Segundo a TV estatal, dois policiais foram encontrados decapitados.

A população atacou prédios públicos em Alamy, e as forças de segurança não conseguiram controlar os protestos na maior cidade e capital econômica do país, nem mesmo após o governo voltar atrás do aumento dos combustíveis que originou a revolta popular.

Cerca de 2 mil pessoas foram detidas apenas em Alamy, segundo o Ministério do Interior, e mais de 300 policiais ficaram feridos. Os protestos já são os maiores desde a independência do país em 1991, quando a União Soviética entrou em colapso.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui