“Dia de finados é um momento de reflexão e significação da vida”, diz padre Valdir José Biasibetti

Religioso convida a comunidade para participar da “famosa missa do pãozinho de Santo Antônio”, que será realizada às 18h15, na Paróquia Santo Inácio de Loyola de Lajeado


0
Pároco da Paróquia Santo Inácio de Loyola, de Lajeado, o padre Valdir José Biasibetti (Foto: Jonas de Siqueira)

No programa Troca de Ideias desta terça-feira (2), o pároco da Paróquia Santo Inácio de Loyola, de Lajeado, o padre Valdir José Biasibetti, falou sobre o significado da celebração do Dia de Finados. “Um momento de reflexão e significação da vida”, afirma. O religioso lembra que a data foi criada há mais de um milênio, com objetivo de lembrar todos os mortos.


OUÇA A ENTREVISTA 


O religioso convida a comunidade para participar da “famosa missa do pãozinho de Santo Antônio”, que será realizada às 18h15, na Paróquia Santo Inácio de Loyola de Lajeado. Segundo Biasibetti, cerca de 200 pessoas participaram da celebração realizada nesta manhã na Igreja Matriz, número superior a média dominical.

Biasibetti relata que as atividades alusivas a data iniciaram no último sábado (30), visitando comunidades do interior. O religioso conta que, durante suas visitas, constatou um bom público realizando o serviço de limpeza e ornamentação nos cemitérios. “É uma data tradicional”, diz. No feriado de finados, boa parte da população se organiza para viajar. O padre frisa que “não há distância que interrompa para lembrar-se de um ente falecido”.

O pároco da Paróquia Santo Inácio de Loyola, observa que a pandemia ressaltou a importância do fator vida e de rever alguns conceitos de algumas tradições. JS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui