Dinamarca estabelece multa de R$ 2,3 mil para quem não usar máscara nos transportes públicos

Dinamarca já realizou mais de 1,5 milhão de testes, em uma população de apenas 5,8 milhões habitantes.


0
Foto: lafur Steinar Rye Gestsson/Ritzau Scanpix/AP

Apesar da Dinamarca ter registrado em agosto o menor número de casos de Covid-19, a determinação do uso obrigatório de máscara é uma tentativa de prevenir o país contra uma segunda onda da doença. Quem se opuser à medida corre o risco de pagar 2.600 coroas dinamarquesas, o equivalente a R$ 2.300.

Com o fim do verão e a chegada dos meses de frio, os dinamarqueses costumam trocar as bicicletas pelos transportes públicos para se deslocarem, o que tende a aumentar a quantidade de pessoas aglomeradas. De acordo com especialistas do Conselho Nacional de Saúde da Dinamarca, a exigência de máscara é necessária, independentemente da evolução do número de infecções. Os últimos dados do conselho mostram um total de 16 mil casos do novo coronavírus e pouco mais de 600 mortes.

Dinamarca já realizou mais de 1,5 milhão de testes, em uma população de apenas 5,8 milhões habitantes. Na noite do último sábado (22), mesmo dia em que a medida entrou em vigor, a polícia de Odense, na região de Fyn, a terceira maior ilha do país, multou e expulsou do trem um homem de 24 anos, que se recusava a usar a máscara dentro da estação.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui