Doenças do coração também atingem crianças e jovens

Sedentarismo, excesso de peso, colesterol alto, espessamento da carótida. Parece um quadro grave, de quem já tem uma certa idade, mas esses problemas também afetam as crianças.


0

A médica do esporte e pediatra Ana Lúcia de Sá Pinto faz um alerta: os jovens estão abandonando a atividade física – 76% da população acima de 15 anos não faz absolutamente nada. Os motivos são variados, como falta de tempo, não gostar, problemas de saúde, problema financeiro. Futebol e caminhada foram os esportes mais praticados.


OUÇA


Doenças que antigamente apareciam em pessoas mais velhas estão surgindo cada vez mais cedo. Isso é um reflexo do sedentarismo e obesidade. Por falta de segurança, muitos pais optam por brincadeiras em casa, em computadores e videogames. A vida corrida também afeta a alimentação. Com a falta de tempo, as crianças acabam comendo muitos industrializados, com pouca fibra, muito açúcar, sal e gordura.

Os especialistas alertam que a atividade física é muito importante na vida de crianças e jovens. E vale qualquer atividade física, desde que faça o coração bater mais rápido, como futebol e pega-pega.

Crianças abaixo de cinco anos devem se movimentar duas horas por dia, sete vezes por semana. Já quem está entre os cinco anos e 17 anos deve procurar se exercitar uma hora por dia, sete vezes por semana. Também é importante quebrar o tempo sedentário. Não é recomendável passar mais de uma hora sentado. A própria escola já deixa as crianças muito tempo sentadas.

Fonte: G1


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui