Dose de reforço contra Covid começa em setembro para dois grupos

Vacinação é indicada para idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos. Imunização deverá ser feita, preferencialmente, com uma dose da Pfizer


0

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira (25) que a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 será oferecida no Brasil. Veja o que se sabe:

– Data de início: doses devem ser enviadas aos estados a partir de 15 de setembro

– Público-alvo: idosos com mais de 70 anos e pessoas com baixa imunidade (imunossuprimidos)

– Vacinas usadas na dose de reforço: preferencialmente Pfizer, mas também poderão ser utilizadas as vacinas da AstraZeneca e Janssen

– Quem deve tomar (dos dois grupos): o reforço vale para quem tomou qualquer vacina usada na campanha de vacinação

 

A dose de reforço é indicada para os idosos que completaram o esquema vacinal há mais de seis meses. No caso dos imunossuprimidos, eles devem esperar 28 dias após a segunda dose. Os pacientes “imunossuprimidos” incluem por exemplo, pessoas com câncer, pessoas vivendo com HIV, transplantados e outros com o sistema imune fragilizado, o que deixa o paciente mais suscetíveis a infecções. A pasta informou que a imunização deverá ser feita, preferencialmente, com uma dose da Pfizer, ou de maneira alternativa, com a vacina de vetor viral da Janssen ou da AstraZeneca. Fonte: G1


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui