Draco identifica grupo responsável por furtos e roubos de veículos em Lajeado

Foram 55 crimes dessa natureza nestes primeiros seis meses do ano, sendo que 40 veículos já foram recuperados


0
Imagem ilustrativa (Foto: Divulgação)

*Esclarecimento: as fotos que estavam publicadas anteriormente nesta reportagem (cedidas pela Polícia Civil) são de locais onde houve abordagens policiais, porém nenhuma irregularidade foi encontrada nesses pontos.

O município de Lajeado apresentou um aumento nas ocorrências de furtos de veículos durante o primeiro semestre de 2021. Foram 55 crimes dessa natureza nestes primeiros seis meses do ano, sendo que 40 veículos já foram recuperados. Diante deste cenário, a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) implementou diversas ações para identificar os autores dos furtos e os receptadores das peças e dos veículos.

Na última semana, os agentes realizaram algumas diligências e identificaram um grupo que se ocupava da prática deste tipo de crime na cidade. As investigações revelaram que, após a subtração, os elementos conduziam os veículos para Encantado, onde acontecia o desmanche e revenda das peças.

Segundo o delegado Dinarte Marshall Júnior, ao menos quatro indivíduos estão envolvidos no esquema. Na maioria dos casos, o mesmo criminoso, de 34 anos, era responsável por furtar os veículos. Os alvos eram automóveis populares e mais antigos, como Gol, Fiat Uno e Corsa. Após o crime, o grupo conduzia os veículos para outras cidades, onde as peças mais aceitas para compra e venda eram retiradas e repassadas aos receptadores.

Além disso, eles retiravam objetos pessoais das vítimas que estavam dentro dos veículos para venda. A Polícia Civil também intensificou as ações junto a possíveis receptadores de peças, com fiscalizações em oficinas mecânicas, borracharias e desmanches que realizam a venda de peças usadas. Ainda de acordo com o delegado, os furtos de veículos ocorrem, em grande maioria, porque existem indivíduos que adquirem rádios, pneus, bancos, peças em geral, por um preço bem menor que o de mercado, tendo consciência da origem ilícita dessas peças e objetos sem procedência.

No entanto, os dados gerais deste tipo de crime continuam diminuindo em Lajeado desde 2019. No ano de 2016, ocorreram 248 furtos/roubos de veículos no município. Em 2017, esse número subiu para 330. Em 2018, houve um aumento ainda mais expressivo, chegando em 419 casos. Já em 2019, o número caiu quase 50%, ocorrendo 232 casos. Em 2020, foram 107 casos registrados, com uma taxa de apuração dos autores de mais de 37%. E nesse primeiro semestre de 2021, ocorreram 59 casos e a Draco já apresenta uma taxa de esclarecimento de 46%, sendo 27 casos apurados. AD

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui