Dupla é presa enquanto cortava 170 kg de carne animal em Venâncio Aires

Armas e munição também foram apreendidas


0
Foto: BM / Divulgação

Dois homens foram presos na madrugada desta quarta-feira (1º) no Bairro Xangri-la, em Venâncio Aires. Conforme a Polícia Civil, três indivíduos foram apresentados na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) após abordagem policial iniciada em frente a uma residência na Rua Silveira Martins.

A Brigada Militar desconfiou de um homem que, ao ver a presença policial, escondeu um volume no pátio da residência. O objeto foi localizado após revista, tratando-se de um revólver calibre 22 sem condições de funcionamento.

Em revista na casa foi encontrada grande quantidade de carne animal que estava sendo cortada pelo proprietário e por um comparsa, perfazendo aproximadamente 170Kg de carne de ovelha e de gado. Em um dos cômodos da moradia foram encontrados 13 cartuchos de calibres diversos, dois revólveres, calibres 38 e 22, uma espingarda calibre 12, além de duas outras armas longas de pressão. Ainda, foram encontradas duas porções pesando 38g de substância com características de maconha. Um dos revólveres apreendidos está em situação de furto desde o ano de 2015. Por último, foram apreendidos um aparelho de telefone celular, uma roçadeira, câmeras e o DVR instalados no local, e anotações sobre o peso das carnes que estavam sendo cortadas.

Os objetos foram apreendidos por determinação do delegado Vinícius Lourenço de Assunção que decidiu pela lavratura do auto de prisão em flagrante dos dois indivíduos que estavam na casa carneando os animais. O homem que teria escondido o revólver inicialmente encontrado deixou de ser autuado, eis que a arma não possuía condições de funcionamento, apresentando defeito no gatilho.

O proprietário da casa, de 37 anos, responderá pelos crimes de receptação de carne animal, posse de entorpecentes, posse de arma de fogo de uso permitido e receptação de arma de fogo, enquanto seu comparsa, de 25 anos, responderá pelo crime de receptação de carne animal. A dupla foi encaminhada à Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva).

A carne apreendida, em péssimo estado de conservação, seria inspecionada nesta manhã pela vigilância sanitária. Ainda conforme avaliação do delegado, por não ter origem conhecida e por ter sido armazenada em condições insalubres, seu destino deverá ser o descarte. MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui