É o Amor! Família Camargo chega ao catálogo da Netflix

Série documental trata das traições do sertanejo, além de exorcizar fantasmas de diferentes integrantes do clã


0
Foto: Divulgação

Separados desde 2012, após 32 anos de casados, Zezé Di Camargo e Zilu Godoi enfrentaram um processo de divórcio litigioso e que deixou a família abalada.

Esse conflito é um dos temas de É o Amor, que ficou disponível na Netflix nesta quinta-feira (8). A série documental trata das traições do sertanejo, além de exorcizar fantasmas de diferentes integrantes do clã.

Apesar de ter produção executiva do próprio Zezé, com Wanessa Camargo e Marcos Buaiz (marido da cantora), É o Amor não merece o rótulo de “chapa-branca”, pois toca em diferentes feridas da família.

A série documental tem cinco episódios, e em um deles Zezé e Zilu tentam guardar o orgulho e fazem uma chamada de vídeo para conversar. Fora a treta entre o ex-casal, a produção explora diversos outros temas, como os momentos de tensão no tratamento que Graciele Lacerda, 18 anos mais nova do que Zezé, faz para engravidar do cantor.

Alguns “fantasmas do passado” também são abordados, por exemplo: o drama do sequestro de Welington Camargo, irmão de Zezé, em 1998; a comparação de Wanessa com Sandy no início da carreira; a morte de Francisco José de Camargo, patriarca da família, em novembro do ano passado; e a ausência de Luciano na série –a dupla, que não se separou oficialmente, tem feito trabalhos solo nos últimos anos.

É o Amor na Netflix Dirigida por Ricardo Perez, a atração é produzida pela Ventre Studio. A trama é focada na relação entre Zezé e Wanessa durante a gravação de um novo álbum dos dois.

Ao lado de parentes e amigos, os artistas abrem suas vidas e contam a história de uma família que há três décadas está sob os holofotes –para o bem e para o mal. As gravações aconteceram, em grande parte, na fazenda dos Camargo, no interior de Goiás. Um estúdio foi improvisado para a produção de músicas inéditas durante a quarentena.

Os cantores Thiaguinho, Paula Fernandes, Léo Santana e Felipe Araújo aparecem na produção. Tiago Abravanel, o ex-jogador Denilson, cunhado de Zezé, e as atrizes Cleo Pires e Priscila Fantin, amigas de Wanessa, também fazem participações especiais.

Luciano não aparece em nenhum momento da série, seja em entrevistas ou em shows. O motivo: ele proibiu a Netflix de usar suas imagens no documentário, que é todo focado em Zezé e Wanessa Camargo. Até mesmo Zilu Godoi, que travou um divórcio litigioso com o sertanejo, aceitou participar da série.

Fonte: Notícias da TV.uol

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui