Eduardo Bonotto é eleito novo presidente da Famurs

Ele substituirá o atual presidente Maneco Hassen (PT), que é ex-prefeito de Taquari


0
Foto: Divulgação

A Famurs realizou nesta segunda-feira (24) a eleição para ratificar o nome dos indicados pelos partidos político para integrar a presidência na gestão 2021/2022. Com 228 votos, o prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto, foi oficialmente eleito como próximo presidente da entidade. Na ocasião, foram contabilizados 231 votos, sendo que brancos e nulos somaram três pontos. A posse da nova diretoria acontece em julho, durante a programação do 40º Congresso de Municípios do RS.

O prefeito de São Borja foi escolhido pelo Progressistas (PP) para presidir a Federação até julho de 2022 com votos de prefeitos e vice-prefeitos do partido.
Segundo Bonotto, sua gestão será pautada pelo diálogo e, neste ano em especial, o cuidado com a saúde e a retomada da economia. “Quero deixar claro que serei o presidente de absolutamente todos os prefeitos, prefeitas, vice-prefeitos e vice-prefeitas dos municípios do nosso Rio Grande do Sul. Independentemente de ideologias ou cores partidárias, quero deixar uma marca progressista na gestão”, declarou.

“Os desafios são imensos, mas a nossa garra, coragem e vontade de lutar pelo municipalismo são maiores. Serão desafios nunca enfrentados antes como, por exemplo, recuperar a economia e os diversos serviços pós-pandemia, além das reformas que estão no parlamento. Todas as pautas serão cuidadas com absoluta seriedade”, enfatizou o presidente eleito da Famurs.

Bonotto substituirá o atual presidente Maneco Hassen (PT), que é ex-prefeito de Taquari. Sua indicação obedece a um acordo firmado entre os partidos com mais prefeitos no estado. Estabelecido em 2005, o acerto determina o rodízio de legendas na direção da entidade entre 2021 e 2024. Como o PP foi o partido com maior número de prefeitos eleitos no RS em 2020, obteve o direito de escolher o presidente da Famurs em 2021. Os próximos partidos a indicarem um nome para direção da entidade são o MDB, o PDT e o PTB.

Perfil

Vindo da iniciativa privada, Eduardo Bonotto, 40 anos, foi eleito em 2016 como prefeito pela primeira vez e reeleito, em 2020, conquistando a marca histórica do município como prefeito mais votado em uma eleição de três chapas, com 67% dos votos. Em sua carreira política, já foi presidente da Associação dos Municípios da Fronteira Oeste (Amfro). Natural de São Borja, Bonotto é casado com Fernanda Bonotto e tem duas filhas, Maria Eduarda e Vitória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui