Eduardo Leite anuncia que disputará novamente o Palácio Piratini pelo PSDB

“O RS virou o jogo, mas o jogo ainda não terminou”, afirmou o ex-governador, ao voltar atrás na promessa de não tentar nova eleição


0
Foto: Maurício Tonetto / PSDB / Divulgação

O ex-governador gaúcho Eduardo Leite (PSDB) anunciou nesta segunda-feira (13), em coletiva de imprensa em Porto Alegre, que tentará novamente chegar ao Palácio Piratini nas eleições de outubro. Leite deixou a chefia do Executivo estadual em março para tentar viabilizar seu nome como candidato tucano à presidência da República, mesmo tendo sido derrotado pelo ex-governador de São Paulo João Doria nas prévias do partido.

Sem sucesso na investida nacional, com o naufrágio da proposta de terceira via tucana, restou ao político tentar nova eleição no Estado. Leite havia dito que não buscaria a reeleição. Na coletiva, justificou a mudança de posição. Ele disse que “estar fora do cargo é a única maneira que eu aceitaria disputar a eleição (ao governo do RS)“. “O RS virou o jogo, mas o jogo ainda não terminou”, afirmou.

Foto: Maurício Tonetto / PSDB / Divulgação

No anúncio do PSDB gaúcho, o ex-governador estava ao lado do atual governador, Ranolfo Vieira Júnior, que era seu vice e atualmente tentava se cacifar como o candidato tucano. Ranolfo disse que “nesse momento de polarização no cenário nacional, entendemos que o nome de Eduardo Leite é o melhor nome para dar seguimento a este projeto no RS, que é o que importa”.

As cúpulas tucana e do MDB negociam a composição de uma chapa, que pode ter Eduardo Leite como governador e Gabriel Souza, atualmente pré-candidato ao governo pelo MDB, como vice. As tratativas estão em andamento e não há uma definição selada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui