Eduardo Pazuello é o 13º ministro a cair no governo Bolsonaro

Assim como o Ministério da Educação, o da Saúde está no quarto ministro em meio à pandemia de coronavírus


0
Eduardo Pazuello, que deixa o Ministério da Saúde (Foto: Agência Brasil)

O governo do presidente Bolsonaro registrou 13 quedas de ministros em dois anos e três meses de gestão. Nesta segunda-feira (15) foi anunciada a substituição do ministro Eduardo Pazuello pelo médico cardiologista Marcelo Queiroga, atual presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, no ministério da Saúde.

Ele será o quarto a assumir a pasta em um ano de pandemia do novo coronavírus. Ocuparam o posto também os médicos Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. O ritmo lento na vacinação e a pressão do Centrão, bloco aliado de Bolsonaro no Congresso, tornaram a permanência do general Pazuello, o único a comandar o ministério sem ser médico, insustentável.

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui