Educação, emprego e incentivo à agricultura são desafios para prefeito eleito de Marques de Souza

“Estamos perdendo nossos jovens para a cidade grande”, lamenta Fábio Mertz, do PP.


0
Fábio Mertz é empresário e concorreu pela primeira vez a um cargo político (Foto: Tiago Silva)

Fabio Mertz, do PP, foi eleito neste domingo (15) prefeito de Marques de Souza para os próximos quatro anos. O empresário teve 1.512 votos (51,39%), contra 1.430 do atual prefeito e candidato à reeleição, Edmilson Dörr, o “Brida” (PTB). Aos 44 anos, Mertz concorreu pela primeira vez a um cargo público. Ele tem como vice Lairton Heineck, do Republicanos, de 37 anos e que já foi vereador no município.

A vitória se deu por uma diferença de 82 votos. Conforme o prefeito eleito, o cenário era desafiador para um estreante. Mertz coloca como diferenciais de sua campanha a ideia de envolver mais a comunidade, baseada no lema “união, trabalho e respeito”.


ouça a entrevista

 


O vice aponta que foi fundamental para que a coligação superasse o atual prefeito a união de forças dos partidos oposicionistas. “Acima de tudo, a gente não tinha um disputa pelo poder, e sim um pedido da comunidade”, observa Heineck. “Isso foi fundamental”, afirma.

Mertz reconhece méritos na gestão de Brida, como atuar apenas com duas secretarias. Segundo ele, não haverá mudanças drásticas de largada. “Até em função da Covid e da arrecadação”, pondera.

Fábio Mertz (d) e o vice, Lairton Heineck (e), eleitos em Marques de Souza (Foto: Tiago Silva)

O eleito coloca como prioridades reorganizar a área da educação em Marques de Souza. Mertz aponta também a necessidade de fortalecer o mercado de trabalho e incentivar a permanência do agricultor no campo. “Estamos perdendo nossos jovens para a cidade grande, estão saindo de Marques ao longo de vários anos”, nota. Para ele, a duplicação da BR-386, em trecho que passa pelo município, é uma oportunidade para alavancar o crescimento no município.

“Eu trabalho no comércio há 30 anos, 5 como funcionário e 25 como empreendedor. Então, a gente tem uma caminhada muito forte no relacionamento com as pessoas. Eu tenho certeza, tanto eu como o Lairton, que não vamos nos apertar. E prefeitura é muito relacionamento com as pessoas”, percebe.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui